Vamos falar de

Brevemente novo artigo de opinião de Jorge Pulido Valente com o titulo: RUMO Á ECONOMIA CIRCULAR. O QUE É?

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Buraco na lei impede juntas minoritárias de funcionar

Situação pode originar eleições intercalares sucessivas porque a revisão da legislação não garantiu que executivos locais possam trabalhar sem uma maioria.

A revisão da Lei das Autarquias não previu a existência de executivos minoritários nas juntas de freguesia que possam bloquear as decisões dos partidos mais votados. Em Fráguas, uma pequena freguesia do concelho de Vila Nova de Paiva, a presidente eleita apresentou à assembleia uma proposta para a constituição do executivo que foi chumbada pelos outros dois partidos eleitos para a junta. Na freguesia de Mértola a falta de entendimento para a escolha dos dois vogais da junta levou à renúncia dos eleitos do PS. Em ambos os casos a solução é provocar eleições antecipadas.

Em Fráguas as últimas autárquicas ditaram a vitória do PSD que elegeu 3 membros à assembleia de freguesia. Tantos quanto o PS. Já o CDS elegeu apenas 1. No acto de tomada de posse apenas Sandra Francisco foi empossada. Os restantes membros não foram empossados "devido à oposição (PS / CDS-PP) que votou contra todas as listas apresentadas", disse ao DN Sandra Francisco, presidente eleita. Para os socialistas "a lei é clara e na falta de entendimento, 70 dias após as autárquicas terá que ser nomeada uma comissão administrativa e de seguida eleições", afirmou Paulo Marques, mandatário da lista socialista.

Em Mértola a lista do PS conseguiu mais votos e elegeu quatro elementos à Assembleia de Freguesia, tantos quanto a CDU. Já o Movimento Independente de Mértola elegeu um único elemento. No dia da tomada de posse da nova Assembleia de Freguesia a cabeça de lista do PS e eleita presidente da Junta, Maria Fernanda Romba, "propôs dois vogais da sua lista para formar o executivo da Junta", contou à Lusa, presidente da concelhia socialista de Mértola. Mário Martins adiantou que "a proposta foi rejeitada e os eleitos pelo PS renunciaram aos mandatos", concluiu.

Como a lei não consagra solução para a situação concreta e a persistir a falta de entendimento (ver caixa) terá que ser nomeada uma comissão administrativa e de seguida eleições intercalares.

Em ambos os casos terá que ser o Governo Civil a propor a criação de uma comissão administrativa que só poderá estar em funções por 6 meses, data limite para a realização de eleições intercalares. A lei que rege as autarquias é a 169/99 posteriormente alterada pela Lei 5-A/2002 que estabelece que "o presidente é escolhido entre o primeiro nome da lista mais votada". Já os vogais "são eleitos pela assembleia de freguesia mediante proposta do presidente da junta".

O líder distrital do PSD de Viseu, que já tutelou as autarquias locais, lembrou que "a manter-se o impasse, no limite, teremos eleições intercalares já que a lei não acautelou a existência de executivos maioritários". José Cesário adiantou que "nunca houve consenso para legislar nesta matéria pelo que este será um problema comum a muitas autarquias e que pode dar origem a eleições intercalares sempre que não haja entendimentos.

Palavras para quê?

foto: joão espinho

Publico, na íntegra, uma nota de imprensa que, pelas propriedades, se percebe ter origem na concelhia de Beja do PCP (os destaques são meus):

“O Presidente da Câmara Municipal de Beja, Dr. Francisco da Cruz dos Santos, informa os munícipes que não estará presente na tomada de posse do novo Executivo, em protesto pela forma pouco transparente como decorreram as eleições autárquicas de 11 de Outubro de 2009, no nosso Concelho.

Na verdade, o surgimento de um “Sindicato de Voto” organizado em torno de dirigentes locais do PSD que conduziram uma campanha para que os seus militantes e simpatizantes votassem não no seu candidato, como seria lógico, mas sim no candidato do PS, condicionou o resultado eleitoral.

Tal prática, frequente em Países da América Latina e no sul de Itália, conhecida no Brasil como “Cambão Eleitoral”, pressupõe a evidência de um acordo não declarado, visando a obtenção de benefícios pessoais ou de grupo, representando sempre, uma violação das mais elementares regras democráticas, consubstanciando uma verdadeira fraude eleitoral.”

Muito haveria a dizer. Julgo que seria perder tempo.

Deixo, porém, esta imagem, em jeito de comentário:


Ler noticia do Correio Alentejo

Por João Espinho

in
Praça da República

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Coisas estranhas


Haverá alguma razão para o Diário do Alentejo e uma rádio local, anunciar para o passado Sábado a tomada de posse dos órgãos autárquicos do concelho de Cuba, quando a mesma só tem lugar hoje, segunda-feira? E que razão levará o mesmo jornal a enganar-se na hora da tomada de posse de Jorge Pulido Valente, (des)informando que é às 15h00 da próxima sexta-feira, quando ela na realidade vai ter lugar às 10H00? Coisas estranhas….

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

XVIII Governo Constitucional já tomou posse



O XVIII Governo Constitucional, liderado por José Sócrates, tomou posse esta manhã no Palácio da Ajuda.

Teixeira dos Santos, Vieira da Silva, Luís Amado, Ana Jorge, Augusto Santos Silva, Rui Pereira, Alberto Martins, António Manuel Serrano, António Ascensão Mendonça, Dulce Pássaro, Maria Helena dos Santos André, Isabel Alçada, Mariano Gago, Maria Gabriela Canavilhas, Jorge Lacão, Pedro Silva Pereira são os nomes dos ministros que tomaram posse.

Os ministros já assinaram o auto de posse que lhes confere o poder de exercer os cargos para os quais foram convidados. Além dos ministros, Tiago Silveira também já tomou posse como secretário de Estado da Presidência, o único secretário de Estado a assumir funções.

São 16 ministérios, sendo que metade do executivo é composto por "caras novas" e a outra metade por "repetentes", embora com algumas trocas de pastas.

sábado, 24 de outubro de 2009

Resposta ao comentário da MJHenrique

Porque a minha resposta não cabia na caixa de comentários resolvi transferi-la para aqui.

AS REFERENCIAS A "BOLD" SÃO AS MINHAS OBSERVAÇÕES.

Pois contemos então a história desde o principio:e a história desde o principio é esta:

1- No dia 11 de Outubro os eleitores da freguesia de Mértola votaram maioritariamente no PS, contudo e, ao contrario do que é habitual por cá, não lhe deram maioria absoluta;
(Não é assim tão habitual pois ao longo de mais de 20 anos que teve a maioria foi o PCP . Quem ainda não se habituou a perder foi o PCP, que continua a ganhar mesmo perdendo)

2- Assim, elegeram 4 elementos do PS, 4 da CDU e 1 do MIM, há naturalmente que fazer a leitura destes resultados.

3- E a leitura é simples a presidente, diz a lei, é eleita directamente, ou seja é a cidadã que encabeça a lista mais votada. Até aqui tudo bem.

4- Só que a lei também diz que os vogais da Junta e os membros da mesa da Assembleia são eleitos pela Assembleia, sob proposta do presidente Junta;

5- Não diz a lei expressamente, mas dizem vários pareceres de entidades oficiais que o presidente deve fazer tantas propostas quantas as necessárias para encontrar consenso;

6- Propôs, a presidente da Junta, após apresentar três listas a votação,sendo que, curiosamente, em nenhuma delas incluiu o cabeça de lista da cdu, (porque teria que incluir o dito cabeça de lista???) "a suspensão da assembleia por um período de trinta minutos para reflexão e tentativa de consenso sobre a solução a seguir."

7- De imediato se retirou para outra sala, onde reuniu com os cabeças de lista das outra duas forças representadas na assembleia;


8- Os quais, segundo julgo saber, lhe transmitiram que só haveria consenso se todas as forças tivessem representação no executivo;

9- Facto com o qual a Srª não concordou e por isso, após a suspensão resolveu "relançar" a primeira lista, já chumbada, e como que por magia aparece um voto em branco (branco e não uma abstenção, já que segundo o que consta da acta entraram na urna 9 votos, se eram nove votantes, necessáriamente não houve abstenção nenhuma),

10- Admitindo que possa ter havido um voto em branco, coisa que não posso afirmar já que nem eu, nem qualquer pessoa, para além dos interessados em que ele aparecesse, o viram, esse voto operou o milagre de produzir um empate.(????)


11- Consequentemente a Srª presidente, tal como manda a lei passou para a votação uninominal.

12- E submeteu a votação o seu número dois, ora tendo em conta o tal voto em branco, criou-se a expectativa, e agora?

13- A resposta, curiosamente, foi mais uma vez o chumbo da proposta.

14- Posto isto, a Srª presidente fez aquilo que eu, pessoalmente esperava, tendo em conta a sua personalidade, se não podia governar ao estilo posso, quero e mando, renunciou ao mandato num total desrespeito pela democracia e pelos eleitores que nela votaram, já sem falar dos outros.
Fez aquilo que tu esperavas e que eu também esperava e que todos aqueles que nela votaram também esperavam. As afirmações quanto ao estilo quero posso e mando, que fazes só podem vir de quem não conhece a Fernanda. Ela teria desrespeitado a democracia se tivesse aceite governar com uma equipa em quem não depositava confiança e com a qual não conseguiria levar o seu programa a bom termo.

15- Vitimizou-se, fez dos outros os maus da fita, acusou, muito embora tal não conste da acta, as outras forças de estarem em conluio, alegou que só governaria em maioria, esquecendo-se que não a tinha, disse que tinha feito todas as tentativas, enfim representou o papel de vitima. Dirigindo-se constantemente ao público presente, quando na verdade tinha era que negociar com os eleitos.
Não se vitimizou, foi vitima de um conluio entre o PCP e os MIMs.

- Coisa que não foi capaz de fazer, pois queria, afinal, ter a maioria absoluta que os eleitores não lhe deram, pois sendo o executivo composto por três elementos ter dois dos seus é ter maioria absoluta.
Fez todas as tentativas possíveis dentro da razoabilidade, nada na lei obriga quem ganhou a governar nas condições que lhe estavam a ser impostas.

- E o fundamento de que a Junta assim ficaria ingovernavel não procede, de todo, pois há vários exemplos por todo o país onde isso já aconteceu e não veio nenhum mal ao mundo.
Se tivesse havido bom senso por parte do PCP MIMs, continuariam com a sua maioria na Assembleia que como sabes é quem detem afinal o poder da Junta de Freguesia aprovando ou não os seus instrumentos fundamentais de festão. Ai sim é que se fariam as negociações de gestãp passo a passo, projecto a projecto.

- A srª presidente teve uma boa oportunidade para praticar os valores que tanto proclama: democracia e partilha,mas não o fez preferiu a arrogância e a prepotência.
Os senhores do PSP MIMs tiveram excelentes oportunidades de praticar os valores que proclamam: democracia e partilha, mas não preferiram a arrogância e prepotência de quem apenas quer o poder pelo poder e não está minimamente interessado nas populações que os elegeram.

.
- Se a Junta vai ficar parada à Srª presidente se deve e a mais ninguém!

Se a junta vai ficar parada ao PCP MIMs se deve e a mais ninguém porque não fizeram o mínimo esforço para negociar. Negociar é ceder, e ceder das duas partes, a Fernanda fez dois exercícios de cedência, do outro lado absolutamente nada, prepotência e obstinação numa solução de poder pelo poder.

- Diga-me lá, sr. administrador quem é que fez birra?! Quem, afinal, é que tem o "sindrome"dono da bola?

SEM QUALQUER DÚVIDA CARA MARIA JOSÉ, QUEM FEZ BIRRA FORAM OS TEUS CORRELEGIONÁRIOS!
QUEM SOFRE DE “SINDROME” DE DONO DA BOLA SÃO ELES.
A FERNANDA IRÁ JOGAR NEM QUE SEJA COM UMA BOLA DE TRAPOS. E ESSA BOLA SER-LHE-Á DEVOLVIDA PELO ELEITORADO. PESSOALMENTE NÃO TENHO QUALQUER DÚVIDA.

Quando a falta de vergonha e a cobardia ultrapassam os limites do razoável.

Quando a falta de vergonha e a cobardia ultrapassam os limites do razoável não podemos ficar calados.

Que se discorde e assuma essa postura publicamente, é saudável e faz parte do exercício da democracia. Que se faça isso mesmo de forma anónima mas educada ainda se admite embora isso já demonstre uma atitude de cobardia pouco saudável. Que se insulte anonimamente é absolutamente inconcebível.

Não posso deixar de me revoltar publicamente contra todos aqueles que em nome da democracia publicam num Blog de nome “Mértola à Deriva” textos e comentários atentatórios á dignidade de uma pessoa que é um exemplo para Mértola. Apelamos aqui a todos os mertolenses que publicamente se manifestem contra este atentado á dignidade da Maria Fernanda Romba Adanjo da Silva Martins.

Porque não vale a pena enterrar a cabeça na areia e fingir que não se passa nada, para que todos saibam e para memória futura aqui ficam algumas das barbaridades publicadas:

(…) ela é de facto uma boa actriz. Sabe representar em função dos interesses em jogo. Veja só que nessa organização do voluntariado faz "gato sapato" das que com ela colaboram. As mais aguerridas e avessas à prepotência abandonaram essa actividade, ficando só as serviçais que por acefalia ou tolerância aina acreditam que a actividade é de benemerência. Ela bem se tem aproveitado dos idosos e carentes a quem vai distribuindo alimentos para angariar votos. É o que se chama de apanhar uvas na própria vinha e na do vizinho: um pé cá e outro lá. De resto analisem o que de importante tem feito na vida....mera funcionariazinha administrativa...(…)

(…) A D. Fernanda Romba num acto de prepotência desmedida, anti-democrata e irresponsável recusou trabalhar com eleitos de outras forças politicas (isto é o verdadeiro facto). Este comportamento revela o carácter da pessoa em causa, deixando cair o véu, mostrando a sua verdadeira personlidade.(…)

(…) Meus amigos, ela foi muito esperta! Renunciou agora porque nao tinha a maioria.Nas eleições daqui a seis meses ELA VAI TER A MAIORIA, pq até la pode distribuir mais envelopes (…)

(…) Costumo participar em acções de voluntariado, mas aqui em Mértola nem um saco de arroz irá parar ás mãos da Fernanda Romba.
Não estou para ser utilizada para satisfazer a sede de poder omnipotente que esta senhora alimenta. (…)

É esta a linguagem utilizada para classificar a Fernanda Romba num blog anónimo, conotado com a CDU. Aqui fica o desafio a essa força política para publicamente se demarcar desta vergonha.

Não acredito que algumas pessoas da CDU e do MIM se revejam nesta linguagem, não acredito mesmo.

Apelamos a todos os mertolenses que se manifestem da forma que puderem contra esta VERGONHA.

Comunicado do Partido Socialista

COMUNICADO

PCP E MIM, COLIGADOS, PARALISAM JUNTA DE MÉRTOLA

Teve lugar, ontem, dia 22, o acto de posse dos eleitos da Assembleia de Freguesia de Mértola, em resultado das eleições realizadas no passado dia 11 de Outubro, nas quais o povo disse, claramente, que de entre as três forças concorrentes, confiava a gestão da freguesia aos eleitos na lista do PS que tinha como cabeça de lista Maria Fernanda Romba.

Respeitando o voto popular, a Presidente da Junta eleita propôs os 2 vogais da sua lista para formar o executivo da Junta, tendo as outras duas forças políticas representadas na Assembleia de Freguesia, votado contra, coligadas.

Revelando, como sempre, um elevado sentido de responsabilidade e respeito pelas populações e alertando todos para a necessidade de gerar consensos que levassem à formação do executivo, a Presidente da Junta apresentou uma segunda proposta, na qual abdicava de um elemento da sua lista, propondo, em alternativa, um eleito da CDU.

Recusada que foi também esta proposta por votos contra das outras forças políticas, apresentou nova proposta, desta vez, integrando um elemento do MIM.

Mais uma vez as duas forças, coligadas, votaram contra todas estas propostas, tendo apenas como propósito criar condições de ingovernabilidade.

Assim sendo, não restou outra solução à Presidente de Junta eleita senão a de, juntamente com toda a sua equipa, renunciar ao mandato e dar de novo a palavra ao povo para se pronunciar, em eleições a realizar dentro de 6 meses.

Lamenta-se profundamente a postura dos eleitos da CDU e do MIM que colocaram questões pessoais e politicas acima dos interesses da população, levando a que a Junta Freguesia fique paralisada, inviabilizando projectos e protocolos com outras entidades que beneficiariam todas as populações da freguesia.

O PS solidariza-se com toda a equipa da sua lista da Assembleia de Freguesia que demonstrou um elevado sentido de responsabilidade, ao serviço das causas públicas, e congratula-se com a postura democrática da Presidente da Junta, Maria Fernanda Romba.

Estamos certos que a população saberá tirar conclusões e penalizar todos aqueles que fazem da política um circo e palco de ajustes de contas.

Como sempre o PS e todos aqueles que apoiam a nossa equipa prosseguirão o seu caminho, com serenidade e ética, ao serviço das populações.


23/10/2009
Comissão Política do PSin http://jorgerosacandidatura.blogspot.com/

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

A Junta de Mértola e a irresponsabilidade da “coligação” ou saber ou não lidar com a democracia.

Não vale a pena contar a história do início porque toda a gente a conhece. A Junta de Freguesia de Mértola está ingovernável. Depois de várias tentativas goradas de eleger executivo e de sucessivas respostas negativas da aliança entre a CDU/PCP e os MIM os eleitos do PS demitiram-se em bloco uma vez que se verificava a total ingovernabilidade daquela autarquia.

O Povo expressou a sua vontade, escolheu maioritariamente o PS para gerir os destinos da Junta de Mértola, mas irresponsavelmente uma coligação entre a CDU/PCP e os MIM impediram que tal vontade se concretizasse. Interesses partidários e interesses particulares sobrepõem-se ao interesse público e à vontade das populações.

Esperam-nos longos meses até à concretização de um novo acto eleitoral provocado irresponsavelmente por um grupo de meninos a fazer birra com a bola escondida atrás das costas.

O povo de Mértola saberá certamente dar a resposta adequada aos que não sabem efectivamente lidar com a democracia, a quem não sabe distinguir entre vitória e derrota. Normalmente os meninos com “síndrome” de dono da bola acabam a jogar sozinhos e os outros em equipa fazem o seu jogo nem que seja com uma bola de trapos.

ABRAÇO - Campanha de Recolha de Cabos Eléctricos - a favor da Casa Ser Criança

Clique na imagem para ver o video.

Ajude a ABRAÇO a reconstruir a Casa Ser Criança
Envie-nos os cabos eléctricos que não utiliza.
Passe esta mensagem aos amigos e empresas
A Abraço está a reconstruir a Casa Ser Criança, e todos podem ajudar, através do envio de cabos eléctricos que já não são utilizados e que podem ser reciclados.

Que tipo de Cabos?
Todos; telefone, computador, etc;
Como ajudar?
Indo a uma estação dos CTT, pede uma embalagem solidária, coloca os cabos e selecciona a Abraço de entre as várias Instituições, e os CTT fazem-nos chegar a caixa gratuitamente;
OU

Indo a um Centro Comercial Dolce Vita, e colocando os Cabos nas Casas Depósito;
A Abraço agradece!!!
Mais informações:www.abraco.pt/casasercrianca
Tel:217997500
Ligue-se a esta causa!!!!

Se fosse contigo?


Cuba: Tribunal Constitucional não encontrou razões para impugnar eleições autárquicas

Concelhia de Cuba do Partido Socialista emitiu um comunicado reagindo às acusações de que foi alvo no início da semana. A Rádio Pax noticiou na passada 3ª feira a posição da CDU relativamente às eleições no concelho de Cuba que acusava a força vencedora, o PS, de cometer irregularidades no processo eleitoral recenseando no concelho pessoas não residentes.O PSD local, nomeadamente a cabeça de lista à autarquia, Conceição Pires, interpôs no Tribunal Constitucional um recurso para impugnar as eleições. Um colectivo de juízes conselheiros do Tribunal Constitucional emitiu um despacho onde é arquivado o recurso interposto pela candidata Social Democrata.Luís Santa Rita, Presidente da Concelhia Socialista de Cuba diz que “foi evidente e notório que se tratou de uma actuação conjunta e concertada com o candidato que encabeçou a lista da CDU à Câmara Municipal”.

Luís Santa Rita lança um desafio a João Português. O Presidente da Concelhia Socialista exige que o Presidente da Concelhia comunista diga quem cometeu as irregularidades no processo eleitoral.Luís Santa Rita diz que “João Português deve reconhecer que quem ganhou as eleições foi o Partido Socialista”.

A Concelhia Socialista agradece a todos os que confiaram e apoiaram a estrutura socialista nas eleições autárquicas.
In

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Apelo Urgente

A pedido do Agrupamento 1071 dos Escuteiros de Ferreira do Alentejo,agradeço que façam passar esta mensagem para todos os vossos contactosde e-mail.

A SARA MARIA ARSÉNIO FRANCO, de 7 anos, residente em Ferreira doAlentejo, precisa urgentemente de encontrar um dador de medula com asseguintes características:G.S. - A POSITIVO

2ª FASEHOSPITAL D. ESTEFÂNIA

Contactos: 966 083 327 968 589 896

Vamos tentar ajudar esta criança a encontrar um dador compatível.Basta reenviar este mail e fazer com que ele chegue ao maior número depessoas possível.

Talvez possamos salvar a vida à pequena Sara!...

Golbang - Musica Iraniana em Mértola


quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Mais uma Pérola "O Grande Satã"



Muito elucidativas e surpreendentes são os visitas á blogosfera. Desta vez trago-vos excertos extraordinários retirados do Blog informativo do Movimento Independente de Mértola.

“(…) Fomos crescendo, tal David de tenra idade, perante dois Golias, já adultos, matreiros, conhecedores das “regras do jogo”. A nossa pequena funda não parecia arma capaz de assustar, principalmente, o Golias principal. Gente cheia de truques, muito bem armada, manipuladora, por muitos tida como o “Grande Satã”. Não nos deixamos intimidar e fizemos o nosso caminho, caminhando, tal criança que dá os primeiros passos…Continuamos, ainda “meninos”, mas já crescidos quanto baste para que, sem medo, possamos afrontar o “Grande Satã”
(…)
E mais não digo.
Para inicio de conversa (mandato) um artigo assinado pelo recém eleito deputado Municipal José Eugénio não deixa duvidas quanto ao que veio, ele e os seus correligionários. LUTAR CONTRA O “GRANDE SATÔ.

Acontece que o Sr. Deputado Municipal não se pode esquecer que o Povo escolheu maioritariamente esse “Grande Satã” para dirigir os destinos do Concelho de Mértola.

Será bom lembrar ao Sr. Deputado Municipal que efectivamente “ MERTOLA (…) SEMPRE FOI E SERÁ A TERRA DA GENTE…A NOSSA TERRA !...” e nesta nossa terra, estão os 453 eleitores que votaram em nele mas também os 2610 que votaram no PS (Grande Satã) e os 2458 que votaram na CDU.

O Sr. Deputado Municipal deverá, em minha opinião, lembrar-se da sua condição actual de representante dos seus eleitores e ter cuidado com a linguagem que usa pois um gesto impensado ou uma palavra imponderada podem deixar má impressão nos eleitores e provocar nanismo no “David de tenra idade” e longe de mim desejar qualquer mal a um prematuro.

Para o AL-Martuli


Al Martuli, Al, José Eugénio e outros nomes que utilizou na sua passagem por aqui.

Este não foi, não é e não será o seu púlpito político. Para tal objectivo use o seu próprio Blog, o Blog do seu Movimento ou outro qualquer púlpito onde lhe permitam fazer a sua propaganda.
AQUI NÃO.

Como terá verificado a sua inscrição no blog foi cancelada. Lamento mas não me deixou alternativa. Não vale a pena espernear, pedir explicações, falar em censura, lápis azul ou outra treta qualquer. Este é um capítulo encerrado.
PONTO FINAL

Escola de Mértola em destaque


Já deixou de ser mera coincidência….a nossa escola voltou novamente a ser a melhor do Alentejo no ranking do JN (posição 86 num total de 604 escolas). Este ano com um bónus adicional, segundo o correio da manhã é a melhor escola pública na disciplina de matemática (12º) com uma média de 14,83!
Estar no interior não nos deve desmotivar! Divulga este esforço colectivo admirável…

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Pérolas

Fiz uma breve pesquisa na Blogosfera e recolhi de um algumas pérolas literárias em comentários sobre as autarquicas em Mértola.

Gostava de chamar a vossa atenção para o fino recorte literário e gastronómico do primeiro comentário...

Também em relação ao último chamo a vossa particular atenção. Ficamos na dúvida se terão escolhido votar Jorge Rosa!!


“(…) e no dia 12, meus amigos vai haver um prato especial em todos os restaurantes do nosso concelho:
-tromba “


“está quase na hora da decisão final, ui amanhã vai haver muitos olhos inchados.”

“eles andom com um medo,que fazem de tudo para convencer as pessoas, tomem vergonha que e um nojo amanha é que são elas“

“Amanhã é o dia da ruptura!!!”

“(…) Aflitos...aflitos andam os nossos amigos da rosa ao peito, que até a sua Rosa, que é de outra cor, se desfolhou toda quando se viu por aí distribuida sem ter dado permissão. É que até a mais linda Rosa, apesar de nossa tem espinhos.”

“Queria também dizer aos leitores, que se o PS ganhar a Câmara eu não meto baixa, é uma promessa!”

“(…)Mértola está no fio da navalha, e está nas mãos fazer as respectivas escolhas. O Mértola à Deriva já escolheu. Escolheu as melhores propostas, quem apresentou programa e quem tem a melhor equipa.”




Resultados Eleitorais das Freguesias












Resultados Eleitorais em Mértola







domingo, 11 de outubro de 2009

sábado, 10 de outubro de 2009

Reflexão


Obama Nobel da Paz.

Barack Obama diz receber o Nobel "com profunda humildade"

09.10.2009 - 16h48 PÚBLICO

O Presidente Barack Obama afirmou-se “surpreendido” e disse ter recebido com “profunda humildade” o Prémio Nobel da Paz. Este prémio não é um reconhecimento dos seus “próprios sucessos”, declarou, mas uma “afirmação da liderança americana em nome das expectativas de pessoas em todo o mundo”.

O líder norte-americano adiantou que estava longe de esperar ser galardoado com o Nobel. “Estou ao mesmo tempo surpreendido e sinto-me profundamente humilde com a decisão do comité Nobel”, disse aos jornalistas reunidos na Casa Branca. “Não olho para isto como um reconhecimento dos meus próprios sucessos, mas sim como uma afirmação da liderança americana em nome da aspirações das pessoas em todo o mundo”, cita a Reuters.

O Presidente disse “aceitar este prémio como uma chamada para a acção”. E as acções que há a tomar não dizem respeito apenas aos Estados Unidos, mas a todas as nações do mundo. “Não podemos aceitar as crescentes ameaças impostas pelas alterações climáticas, que poderão prejudicar para sempre o mundo que vamos passar às nossas crianças, a propagação dos conflitos e da fome, a destruição das linhas costeiras e a desertificação das cidades. E é por isso que todos os países devem agora aceitar a sua parte de responsabilidade pela transformação na forma como usamos energia”, declarou.

Clique aqui para aceder à noticia completa do Público.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Design eleitoral


Os fins de semana são para mim, quando não tenho actividades do Clube Náutico de Mértola, momentos de descanso em que alguns pequenos prazeres são fundamentais. Levantar tarde, comprar o Expresso, beber um cafezinho numa esplanada, e actualmente deliciar-me com a publicação semanal "Design 1000 Objectos de Culto".

Mas este fim-de-semana vai ser diferente, muito diferente do habitual. Temos eleições autárquicas determinantes para o nosso Concelho.

Apesar de ser candidato à Assembleia Municipal nas listas do Partido Socialista tinha decidido não usar este espaço para fazer campanha política. No entanto, e porque muito está em jogo para o nosso futuro colectivo não posso ficar indiferente ao momento e apesar de não apelar ao voto no Partido Socialista, não posso de deixar de fazer algumas apreciações relativamente às listas adversárias e, dando a cara como sempre fiz, fazer algumas apreciações pessoais acerca delas.

Vou referir-me apenas às candidaturas á Câmara Municipal, uma vez que são as mais importantes e são elas que definirão os projectos fundamentais do Concelho.

PSD - Partido Social Democrata. As listas do PSD falam por si, tudo gente de Ourique que provavelmente nem conhece o concelho de Mértola, que se candidatam para as estatísticas e nem sequer aparecem para que os possamos conhecer pessoalmente. È verdade, peço desculpa, Isabel Valente é a representante do Concelho, desta vez como mandatária. Para esquecer.

MIM- Movimento Independente Mértola. Uma desilusão de todo o tamanho. Esperava mais, muito mais de algumas das pessoas que integram a lista, de quem sou amigo e por quem tenho a maior consideração. Mesmo sem fazerem promessas poderiam ter esboçado uma ideia ou outra que pretendem ver implementada. Com o que mostraram até agora, ou seja, rigorosamente nada, correm o risco de darem razão às más-línguas e serem apenas umas dúzias de umbigos inchados descontentes porque algumas coisa pessoal não correu exactamente como esperavam. O fim da experiencia independente de Alvito, demonstra que não existe preparação nem estrutura para aguentar na prática este tipo de experiencia inovadora e muito apelativa que a nossa democracia possibilita. Têm a difícil tarefa de igualarem em votos o número de assinaturas que conseguiram para se apresentarem às urnas, é que o voto é efectivamente secreto.

Quanto ao PCP/CDU-PEV - tem na sua lista á Câmara Municipal e se nos ativermos pelos três primeiros protagonistas a pior lista de sempre. Jorge Revez um candidato perdedor, que integrou executivos anteriores da CDU que comprometeram gravemente o desenvolvimento do Concelho, com um desempenho medíocre enquanto vereador, protagonista da “guerra” contra o ordenamento cinegético, dirigente da ADPM que foi solidária com a luta do Green Peace contra a construção da ponte do Pomarão, egocentrista como ninguém (fui eu que comprei os dois barcos, fui eu que fiz o Festival Islâmico, fui eu, fui eu, fui eu). José Rodrigues actual autarca em Santana de Cambas que abandona a Junta envolto em polémicas mal explicadas ou inexplicadas, com atitudes ditatoriais destituindo membros da Junta sem poder para tal e efectuando operações bancárias pouco claras que no mínimo demonstram um tipo de atitude pouco recomendável para um candidato a vice-presidente da Câmara. Sebastiana Romana, professora aposentada, cuja única experiencia autárquica é ser esposa de um funcionário da Câmara ele também aposentado e ex assessor de Paulo Neto. É esta a liderança da equipa da CDU que tem a tarefa complicada de fazer valer o seu slogan “Juntos somos mais”. Penso que só se esse slogan corresponder a um dos celebres imponderáveis da matemática. Cá para mim juntos são exactamente os mesmos. Para serem mais teriam que ter uma melhor e mais credível equipa, assim correm sério risco de juntos serem muito menos.

No que diz respeito às listas do PS ficava-me mal fazer a sua apreciação, essa tarefa fica para os eleitores. Eles saberão certamente quais as melhores equipas, quais as melhores e mais credíveis propostas.

Por mim vou ter que adiar a apreciação do novo numero da Revista de Design desta semana pois vai ser um fim de semana agitado e importante para todos nós.
Ah é verdade eu vou votar PS.
Quanto a vocês, votem onde quiserem mas votem!
Frases marcantes desta campanha:

PSD
Frase Principal - Dar tudo por Mértola
Frase da Treta - Pretendemos entrar num projecto de ruptura com a tradicional e viciante forma de fazer politica.

MIM
Frase principal - A nossa paixão por ti será ilimitada
Frase da treta - Os nossos apresentadores, cheios de estilo!

CDU
Frase principal - Juntos somos mais.
Frase da treta - Aceito o compromisso

PS
Frase principal - A mesma dinâmica, uma nova atitude!
Frase da treta
Procurem vocês uma e coloquem nos comentários.

Programa eleitoral PS

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Debate

Sem condicionamentos prévios, oiça e julgue por si.

COMUNICADO - CDU

COMUNICADO - CDU responde às acusações do PS

COMUNICADO
À População do Concelho de Mértola
Não Vale tudo nesta disputa eleitoral!

Os dirigentes da Concelhia do Partido Socialista de Mértola não olham a meios para atingirem os fins e, em total desespero, começam a tomar consciência de que podem perder as eleições do próximo dia 11 de Outubro: não cumpriram o seu programa eleitoral, cada vez há menos empregos no concelho, a desertificação avança a passos galopantes, não têm propostas ou ideias credíveis (nem sequer apresentaram ainda um programa), por isso agarram-se a tudo o que podem, lançam a suspeita, manipulam pessoas e deturpam os factos, mentem aos eleitores e não têm vergonha ao pôr em causa o bom nome e a honestidade das pessoas.

Para além de outras mentiras, lançaram recentemente um comunicado a pôr em causa a honestidade dos actuais Presidente e Secretário da Junta de Freguesia de Santana de Cambas e candidatos à Câmara Municipal, os eleitos José Rodrigues e Luís Pernas. Convém, por isso, esclarecer e/ou repor a verdade sobre os seguintes pontos:

1. Não informam que o depósito que o Senhor Presidente José Rodrigues fez, usando o seu dinheiro, foi para resolver uma situação urgente de pagamento aos trabalhadores, uma vez que, por atraso na transferência de dinheiro, a Junta estava, nesse momento, com dificuldades financeiras. Estamos, por isso, perante uma situação em que o Presidente da Junta, para fazer face a problemas financeiros da mesma, disponibilizou o seu dinheiro pessoal para não prejudicar os trabalhadores. Que julgue quem quiser!

2.Não informam que o Senhor Tesoureiro boicotava o trabalho, recusando-se a assinar cheques e outros documentos, colocando em causa o normal funcionamento da Junta.
3.Mentem quando dizem que nada foi dito, uma vez que o executivo da Junta de Freguesia informou por escrito a Assembleia, na sua reunião de Setembro último, de toda a situação, como facilmente se pode comprovar pela leitura das Actas.

4.A questão aqui é tão simples quanto isto: o tesoureiro da Junta, eleito em 2005 pela CDU, Sr. Manuel Soares, passou-se agora para as listas do PS e como tal pretende pura e simplesmente lançar confusão e discórdia para justificar a sua falta de coerência, honestidade e moral política, quando o que devia ter feito é ter colocado o seu lugar à disposição, coisa que não fez.

Não temos qualquer receio do apuramento da verdade pelas autoridades competentes, o que certamente será feito a seu tempo. Repudiamos plenamente esta maneira de estar e fazer política e esperamos que os eleitores compreendam o que se esconde por detrás do comunicado do PS, usando o seu voto no próximo dia 11 de Outubro para condenar quem recorre a manobras sem qualquer tipo de ética só para ganhar mais uns votos.

Mértola, 4 de Outubro de 2009
A Coordenadora da CDU

sábado, 3 de outubro de 2009

PS Mértola denuncia alegadas “irregularidades” em Santana de Cambas


NOTA DE IMPRENSA


30.09.2009

O Tesoureiro da Junta de Freguesia de Santana de Cambas, Mértola, denuncia e prova com documentação, que o actual Presidente da Junta de Freguesia, senhor José Rodrigues Simão e candidato a vereador da Câmara Municipal, praticou actos menos próprios, censuráveis e ilegais como Presidente da Junta de Freguesia, que são enunciados no documento que se junta.

Apesar de já ter sido pedida a intervenção do Ministério Público e face à gravidade destes acontecimentos, o Partido Comunista tem de explicar porque, já tendo conhecimento destes factos há mais de um mês, através da Assembleia de Freguesia de Santana, da Câmara e da Assembleia Municipal, continua num silêncio cúmplice e confrangedor.

Qualquer dos factos apontados – conta da Junta de Freguesia com saldos negativos, transferência inexplicável de 2.100,00 € (dois mil e cem euros), entre a conta do Sr. José Rodrigues Simão e a conta da mesma Junta, bem como a retirada de todos os poderes ao Tesoureiro da Junta senhor Manuel Soares, contando aqui com a conivência do Secretário da dita Junta de Freguesia, também candidato da CDU à Câmara Municipal de Mértola – consta da denúncia pública apresentada ao Ministério Público.

O PS solidariza-se com o senhor Tesoureiro da Junta de Freguesia - Manuel Mourão Soares e condena estes e outros comportamentos do actual Presidente da Junta de Freguesia de Santana Cambas.


Junta: Um documento.


A Concelhia do PS
Noticia da Rádio Pax
A concelhia de Mértola do PS revela, em nota de imprensa, uma denuncia do Tesoureiro da Junta de Freguesia de Santana de Cambas. Na nota, enviada à Rádio Pax, pode ler-se que “o Tesoureiro da Junta de Freguesia de Santana de Cambas, Mértola, denuncia e prova com documentação, que o actual Presidente da Junta de Freguesia, senhor José Rodrigues Simão e candidato a vereador da Câmara Municipal, praticou actos menos próprios, censuráveis e ilegais como Presidente da Junta de Freguesia (…)”.


O PS acrescenta que “apesar de já ter sido pedida a intervenção do Ministério Público e face à gravidade destes acontecimentos, o Partido Comunista tem de explicar porque, já tendo conhecimento destes factos há mais de um mês, através da Assembleia de Freguesia de Santana, da Câmara e da Assembleia Municipal, continua num silêncio cúmplice e confrangedor”.Segundo a mesma nota “ qualquer dos factos apontados – conta da Junta de Freguesia com saldos negativos, transferência inexplicável de 2.100,00 € (dois mil e cem euros), entre a conta do Sr. José Rodrigues Simão e a conta da mesma Junta, bem como a retirada de todos os poderes ao Tesoureiro da Junta senhor Manuel Soares, contando aqui com a conivência do Secretário da dita Junta de Freguesia, também candidato da CDU à Câmara Municipal de Mértola – consta da denúncia pública apresentada ao Ministério Público”.O PS “solidariza-se” com o Tesoureiro da Junta de Freguesia.


Mário Martins, presidente da concelhia de Mértola do PS, exige um esclarecimento desta situação. Em reacção às alegadas suspeitas José Rodrigues Simão, diz que o PS é “mentiroso” e “calunia” as pessoas. O presidente da Junta acrescenta que retirou a “confiança política” ao tesoureiro depois de este integrar as listas do PS sem colocar o lugar à disposição. “O Sr. Manuel Soares não podia ser tesoureiro da Junta de Freguesia de Santana de Cambas e, ao mesmo tempo, estar nas listas do Partido Socialista porque tudo o que se sabia na Junta de Freguesia, o PS sabia”, afirma José Rodrigues Simão. As contas da junta “estão em dia” e as acusações do PS são falsas assegura o presidente da Junta enquanto acusa Manuel Soares de ter dificultado o pagamento dos salários aos trabalhadores em Agosto. O problema foi resolvido porque “alguém fez o favor de emprestar dinheiro à Junta momentaneamente”, conclui José Rodrigues Simão.


In

Rádio Pax

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Afinal quem ganhou as eleições?



















Esta questão aparentemente simples e de resposta directa, parece não ter resposta tão simples assim. Parece que todos ganharam menos o PS. Até a força politica que a nível nacional ficou em último em numero de deputados venceu.

Vamos lá entender isto…

É verdade … justiça lhe seja feita há uma força política que reconheceu a derrota, o PSD veio a público reconhecer que perdeu.

Também ao nível concelhio se instalou a dúvida, quem ganhou as eleições legislativas? Pois parece que terá sido a CDU e uma vez que teve menos votos que o PS, deve ter ganho. E ganhou mesmo na maioria das freguesias pois só tendo tido mais votos em Alcaria e S.João deve ter perdido estas e vencido as restantes.

Meus senhores vamos ser sérios e frontais, não vamos brincar com coisas sérias. Quem ganhou as eleições legislativas a nível nacional e a nível local foi o Povo que escolheu maioritária e livremente o Partido Socialista. Por muito que isso custe a quem saiu derrotado essa é a verdade insofismável. QUEM GANHOU AS ELEÇÕES FOI O POVO. Ganhou estas e ganhará as próximas, saia quem sair derrotado, saia que sair vencedor.