Vamos falar de


quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Palavras para quê?

foto: joão espinho

Publico, na íntegra, uma nota de imprensa que, pelas propriedades, se percebe ter origem na concelhia de Beja do PCP (os destaques são meus):

“O Presidente da Câmara Municipal de Beja, Dr. Francisco da Cruz dos Santos, informa os munícipes que não estará presente na tomada de posse do novo Executivo, em protesto pela forma pouco transparente como decorreram as eleições autárquicas de 11 de Outubro de 2009, no nosso Concelho.

Na verdade, o surgimento de um “Sindicato de Voto” organizado em torno de dirigentes locais do PSD que conduziram uma campanha para que os seus militantes e simpatizantes votassem não no seu candidato, como seria lógico, mas sim no candidato do PS, condicionou o resultado eleitoral.

Tal prática, frequente em Países da América Latina e no sul de Itália, conhecida no Brasil como “Cambão Eleitoral”, pressupõe a evidência de um acordo não declarado, visando a obtenção de benefícios pessoais ou de grupo, representando sempre, uma violação das mais elementares regras democráticas, consubstanciando uma verdadeira fraude eleitoral.”

Muito haveria a dizer. Julgo que seria perder tempo.

Deixo, porém, esta imagem, em jeito de comentário:


Ler noticia do Correio Alentejo

Por João Espinho

in
Praça da República

2 comentários:

  1. O que assistimos hoje na tomada de posse do Presidente Pulido Valente, foi mau de mais para ser verdade. Agora começo a perceber por que a CDU cada vez tem menos adeptos. Os comportamentos são similires por todo o lado.A CDU marac a tomada de posse para um local que quase não comportava candidatos e convidados? Um som que não era audivel e um ambiente pouco próprio para um dia de festa para a população de beja. Até ao último momento elementos CDU afrantaram o Presidente da Assembleia para que o Presidente da Câmara não falasse no momento certo.
    Creio que a população d Beja tirou mais uma exemplo negativo dos coumnistas que não se fizeram representar pelo seu Presidente de Câmara Francisco Santos, possivelmente por ter vergonha de comparecer perante alguém que lhe ganhou, mesmo ele o apelidando de um reles funcionário.
    Mais uma vez a intervenção do Pulido Vslente foi um monumento deitando para trás das costas todo o ódio da CDU e convidando-os a trabalharem em conjunto para uma cidade de Beja melhor.O convite foi feito mas não será correspondido.Todos vão ter que estar alerta para as obstruções naturais da CDU.
    Força Pulido que Beja e o distrito vão em frente.

    ResponderEliminar
  2. O espinho do João Espinho deve ter-se alojado na garganta de Francisco Santos, que pôs logo em marcha o plano B.

    Desta vez, foi o Sindicato de voto do PSD que se voltou contra ele (Francisco Santos) numa manobra de "cambão eleitoral", tão habitual -disse - em países da América Latina! E o Sindicato de votos foi utilizado em proveito do Dr.Jorge Pulido! Mas que despautério, Dr. Francisco Santos! Custou a sair, foi? Na saída dói mais que à entrada, é ? Mas alguma vez tinha que ser, homem!

    De eleição em eleição, vão perdendo votos, mandatos e autarquias! Qual será a desculpa em Aljustrel?

    É fantástico! Há sempre um prexto para desculpar a derrota!

    No entanto, com confiança, a CDU avança! Avança para o precepício, digo eu! "Hoje são alguns, amanhã serão menos"!

    Democretizem-se po**a!

    Respeitem os adversários que vos ganharam!

    Os bastiões e os feudos acabarão por cair todos!

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.