Vamos falar de


quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Design eleitoral


Os fins de semana são para mim, quando não tenho actividades do Clube Náutico de Mértola, momentos de descanso em que alguns pequenos prazeres são fundamentais. Levantar tarde, comprar o Expresso, beber um cafezinho numa esplanada, e actualmente deliciar-me com a publicação semanal "Design 1000 Objectos de Culto".

Mas este fim-de-semana vai ser diferente, muito diferente do habitual. Temos eleições autárquicas determinantes para o nosso Concelho.

Apesar de ser candidato à Assembleia Municipal nas listas do Partido Socialista tinha decidido não usar este espaço para fazer campanha política. No entanto, e porque muito está em jogo para o nosso futuro colectivo não posso ficar indiferente ao momento e apesar de não apelar ao voto no Partido Socialista, não posso de deixar de fazer algumas apreciações relativamente às listas adversárias e, dando a cara como sempre fiz, fazer algumas apreciações pessoais acerca delas.

Vou referir-me apenas às candidaturas á Câmara Municipal, uma vez que são as mais importantes e são elas que definirão os projectos fundamentais do Concelho.

PSD - Partido Social Democrata. As listas do PSD falam por si, tudo gente de Ourique que provavelmente nem conhece o concelho de Mértola, que se candidatam para as estatísticas e nem sequer aparecem para que os possamos conhecer pessoalmente. È verdade, peço desculpa, Isabel Valente é a representante do Concelho, desta vez como mandatária. Para esquecer.

MIM- Movimento Independente Mértola. Uma desilusão de todo o tamanho. Esperava mais, muito mais de algumas das pessoas que integram a lista, de quem sou amigo e por quem tenho a maior consideração. Mesmo sem fazerem promessas poderiam ter esboçado uma ideia ou outra que pretendem ver implementada. Com o que mostraram até agora, ou seja, rigorosamente nada, correm o risco de darem razão às más-línguas e serem apenas umas dúzias de umbigos inchados descontentes porque algumas coisa pessoal não correu exactamente como esperavam. O fim da experiencia independente de Alvito, demonstra que não existe preparação nem estrutura para aguentar na prática este tipo de experiencia inovadora e muito apelativa que a nossa democracia possibilita. Têm a difícil tarefa de igualarem em votos o número de assinaturas que conseguiram para se apresentarem às urnas, é que o voto é efectivamente secreto.

Quanto ao PCP/CDU-PEV - tem na sua lista á Câmara Municipal e se nos ativermos pelos três primeiros protagonistas a pior lista de sempre. Jorge Revez um candidato perdedor, que integrou executivos anteriores da CDU que comprometeram gravemente o desenvolvimento do Concelho, com um desempenho medíocre enquanto vereador, protagonista da “guerra” contra o ordenamento cinegético, dirigente da ADPM que foi solidária com a luta do Green Peace contra a construção da ponte do Pomarão, egocentrista como ninguém (fui eu que comprei os dois barcos, fui eu que fiz o Festival Islâmico, fui eu, fui eu, fui eu). José Rodrigues actual autarca em Santana de Cambas que abandona a Junta envolto em polémicas mal explicadas ou inexplicadas, com atitudes ditatoriais destituindo membros da Junta sem poder para tal e efectuando operações bancárias pouco claras que no mínimo demonstram um tipo de atitude pouco recomendável para um candidato a vice-presidente da Câmara. Sebastiana Romana, professora aposentada, cuja única experiencia autárquica é ser esposa de um funcionário da Câmara ele também aposentado e ex assessor de Paulo Neto. É esta a liderança da equipa da CDU que tem a tarefa complicada de fazer valer o seu slogan “Juntos somos mais”. Penso que só se esse slogan corresponder a um dos celebres imponderáveis da matemática. Cá para mim juntos são exactamente os mesmos. Para serem mais teriam que ter uma melhor e mais credível equipa, assim correm sério risco de juntos serem muito menos.

No que diz respeito às listas do PS ficava-me mal fazer a sua apreciação, essa tarefa fica para os eleitores. Eles saberão certamente quais as melhores equipas, quais as melhores e mais credíveis propostas.

Por mim vou ter que adiar a apreciação do novo numero da Revista de Design desta semana pois vai ser um fim de semana agitado e importante para todos nós.
Ah é verdade eu vou votar PS.
Quanto a vocês, votem onde quiserem mas votem!
Frases marcantes desta campanha:

PSD
Frase Principal - Dar tudo por Mértola
Frase da Treta - Pretendemos entrar num projecto de ruptura com a tradicional e viciante forma de fazer politica.

MIM
Frase principal - A nossa paixão por ti será ilimitada
Frase da treta - Os nossos apresentadores, cheios de estilo!

CDU
Frase principal - Juntos somos mais.
Frase da treta - Aceito o compromisso

PS
Frase principal - A mesma dinâmica, uma nova atitude!
Frase da treta
Procurem vocês uma e coloquem nos comentários.

9 comentários:

  1. Grande comentário com reflete integralmente a realidade das listas.Alista da CDU é de factoa pior de sempre,em qualidade, seriedade e competência.O segundo na lista da câmara que desapareceu após a polémica de 2100 euros retira à lista a seriedade que qualquer equipa deve ter.Parabéms Carlos pelo trabalho realizado.

    ResponderEliminar
  2. Amigo Carlos Viegas,

    Agradeço-te pelo momento de humor que me proporcionaste neste fim de noite, o teu post realmente está fantástico. Então o Jorge Revez é um candidato perdedor?! Diz-me lá quantas eleições perdeu o Presidente e, novamente, cabeça de lista do ps à Assembleia Municipal, enquanto candidato à Câmara? E já agora, alguma vez o Jorge Revez foi cabeça de lista, excepto agora? Quem será, afinal, o maior perdedor, o que faz parte da lista que perde ou o que a encabeça e perde diversas vezes?
    Quanto à D. Sebastiana não ter experiência, explica-me lá que experiência têm os candidatos a vereadores nas listas do ps, é que que eu saiba o meu amigo Cachoupo é chefe de gabinete, sem qualquer experiência de governação e antes disso era advogado, a Sandra exercia funções de assistente social e alternava com as de vereadora enquanto o João Miguel ia a concurso para progredir na carreira, e este que experiência tinha quando foi para vereador? Quanto ao cabeça de lista e actual presidente de onde lhe veio a experiência quando foi para a Câmara? A experiência de andar por os montes visitando os clientes da institução bancária da qual é funcionário? E mesmo agora que já lá anda há um tempinho para ir para um debate na rádio tem que ler as respostas que leva na pasta?! E apesar de tanta experiência fica tão nervoso que até a derruba? A D. Sebastiana para além de ser uma pessoa bem formada, culta, inteligente, trabalhadora, pelo menos tem alguma experiência de administração da coisa pública pois já foi vice-presidente de um agrupamento de escolas.
    Quanto ao Zé Rodrigues como não podes dizer que não tem experiência, nem obra feita, dizes que abandona a Junta envolto em polémicas... Em primeiro lugar ele não abandona a Junta ( o Pulido é que abandonou a Câmara), já que vai cumprir o seu mandato. Quanto às polémicas, admira-me que para ti e para o teu parido elas tenham alguma relevância, então não foram vocês que elegeram um primeiro ministro que está "envolto" em polémicas?! Ou as polémicas do presidente da junta e candidato a vereador são mais importantes que as do primeiro ministro? Por que não aplicam ao Zé de cá o mesmo principio que aplicam ao Zé que está em S. Bento?! É que até sentença condenatória transitada em julgado todos são inocentes, não? Não percebo qual é a coerência de votar num primeiro ministro sob suspeita de coisas tão graves e depois vir dizer que o candidato a vereador não presta porque está "envolto em suspeitas". E já agora, quando as suspeitas são lançadas sobre membros do ps, dizem-se sempre vitimas de cabalas, porque é que agora não se pode defender o mesmo em relação ao Zé Rodrigues?! Um pouco de coerência só ficava bem.

    Beijos e abraços para ti, e para a semana bebemos um copo, seja qual for o resultado das eleições, porque ambos teremos, espero eu, algo para comemorar: a vitória daqueles que os mertolenses escolherem democráticamente e, claro, a nossa amizade e respeito mutuo.

    Ao Sr. bresnev,

    Informo-o que o Sr. Zé Rodrigues não desapareceu, ele tem atá aparecido bastante, nos montes, nas aldeias, na vila, enfim por todo o lado, em campanha. Já esta semana o vi por várias vezes, em locais completamente distintos e todos eles públicos e repletos de gente.

    ResponderEliminar
  3. Caros eleitores,

    Apelo-vos para que comparem as propostas, a competência, a honestidade, de todos os candidatos, e digo todos, porque muito embora, apenas sejam eleitos os que estão nos lugares cimeiros, trata-se de uma equipa, pelo menos é assim que pensamos na CDU. Esqueçam os partidos porque nas autárquicas as pessoas é que contam. Esqueçam os interesses pessoais e pensem no concelho. E votem, em quem acharem que é melhor, mas por favor votem! Aos que acreditam na CDU peço-vos que, apesar de todo o apoio que temos recebido das populações, não pensem que já ganhamos. Pensem que precisamos de todos os votos para ganhar.Por um se ganha, por um se perde, nunca é demais lembrar. E Segunda-feira seja qual for o resultado das eleições enterremos os "machados" e trabalhemos em prol daquela que é a bandeira de todos nós: Mértola. Porque juntos somos mais, mesmo que pensemos de maneira diferente.

    Eu voto CDU.

    Cumprimentos a todos.

    mjh

    ResponderEliminar
  4. E se se acrescentar o debate que ouvi na Rádio Pax e na Rádio Castrense, o PS já ganhou.
    A prestaçãode Jorge Revés foi fraquita. Perguntado em questões essenciais sobre o que fizera enquanto poder, na saúde,por exemplo, uma no cravo outra na ferradura, muito nervosismo, falando em reunões e mais reuniões, comunicados,manifestações, enfim ainda não se despiu da ganga do agitprop durante o Prec. Confrontado, não atacou a unidade Móvel de serviço médico. Mas logo foi dizendo que era uma cópia de Alcoutim! Percebeu-se que contrariara a ideia que o executivo camarário em boa hoara pôs em marcha...

    O candidato do MIM pareceu-me fora dquele "cenário", sonolento, hesitações na expressão oral, um pouco boca de fava", fraca capacidade de expressão, na fase dos "cueiros" da política, deixou transparecer o desejo de que o tirassem dali depressa, que ele não era daquele filme!

    O candidato do PSD primou pela ausência!

    Jorge Rosa, mais do que rodado para ser sufragado,com um discurso lógico, fluente, deteve-se no essencial para não cair no acessório e muito menos na demagogia. Firme, com com convicções, foi o indiscutível vencedor daquele debate.

    É por tudo isso e para que Mértola não volte ao passado de má memória que, no domingo, irei votar PS!

    ResponderEliminar
  5. Um pequeno/grande apontamento, a propósito da CDU, ou seja, do PCP.

    Em Lisboa, Carvalho da Silva não pediu licença a Jerónimo e declarou que iria votar em António Costa. Uma atitude nobre e esclarecida. Jerónimo fez de "flizcorno", compreendeu a posição do seu camarada Carvalho da Silva de quem, ao mesmo tempo, diz ter recebido uma mensagem de apoio para que a CDU crescesse...! E, e,encaixou, sim senhor! Como não haveria de encaixar!

    O que se pede é uma grande votação no domingo. Cada um com as suas convicções, a alternativa só pode ser entre o desenvolvimento e engrandecimento do concelho de Mértola e o regresso ao passado e à inacção.Nenhum partido é dono dos votos dos seus militantes.

    E como já disse em comentários anteriores, o voto pragmático só pode ser no PS.

    ResponderEliminar
  6. Não te abespinhes Maria José, razões cada um tem a sua e a minha vale o que vale. O que está em S.Bento não conheço de lado nenhum, o que quer ser presidente da Câmara de Mértola conheço e bem, a ele e á força politica que representa e na minha opinião nem um nem outro são recomendaveis.

    ResponderEliminar
  7. O trabalho realizado nestes oito anos de executivos do PS foi tanto que serve de crédito para que a população volte a confiar em quem verdadeiramente desenvolveu o Concelho de Mértola.
    Volto a dizer que Serrão Martins onde quer que esteja deve estar orgulhoso, pena que Mértola tenha parado no tempo desde o seu desaparecimento até ao final de 2001, pois nestes oito anos fez-se mais trabalho do que nos 18 anteriores.
    A obra está aí para que todos a possamos apreciar, sentir e aproveitar, mas chegado o momento de fazer o balanço, devemos reconhecer o muito trabalho, que mais uma vez repito é tanta a obra e tanta importância que me é difícil fazer um resumo das mais importantes, mas quero destacar as que em minha opinião são as mais importantes, o eixo comercial em Mértola, a unidade médica, o conjunto de obras na Mina de São Domingos, a visibilidade e o respeito de que Mértola goza, a ponte Internacional do Guadiana, esta tem para mim um significado especial, por ser uma obra ambicionada à muito, pelo desenvolvimento que já trouxe e o que vai trazer.
    Não me posso esquecer que dois dos actuais candidatos do Partido Comunista à Câmara tudo fizeram para evitar que fosse construída, fui testemunha disso mesmo, recordo-me bem de uma conversa com o Sr. Luis De La Rasilla em que este me disse os nomes dos seus mais destacados apoiantes na luta que travava para impedir que fosse construída.

    Considero ser muito importante que Mértola não regresse ao passado, Mértola tem de continuar a avançar. E é o PS que vai continuar a fazer avançar Mértola

    ResponderEliminar
  8. Quote: "E Segunda-feira seja qual for o resultado das eleições enterremos os "machados" e trabalhemos em prol daquela que é a bandeira de todos nós: Mértola."

    Concordo e Assino. Será possível?

    NÃO. Nenhuma das forças politicas em Mértola tem brio suficiente no povo de Mértola para por de parte a cor partidária.
    Nunca ouvi de nenhuma das partes: "Nós fizemos tal coisa por Mértola."

    A minha opinião?

    A politica do "nós fizemos e vocês não" está completamente obsoleta, para não dizer que é politica rasca e que leva cada vez votos para a abstenção.

    O meu apelo?

    Dobrar o voto e introduzi-lo tal e qual veio ao mundo na caixinha das surpresas, e demonstrar que o povo de Mértola espera mais de quem o governa.

    cmpts

    ResponderEliminar
  9. @bless
    Falta de informação da tua parte. Do mal o menos ainda apelas ao voto em branco, e melhor que nada. Mas a solução não é essa é aparticipação efectiva é a solução. Ficares de fora a atirar pedras é muito confortavel, em especial se estiveres sentado no sofá, a gozar ás custas daquilo que o sistema te proporciona. Não olhes só para o umbigo participa. Depois reclama e faz barulho!!!

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.