Vamos falar de


terça-feira, 4 de julho de 2006

Portugal x França

Chegados às meias-finais deparamo-nos com mais uma selecção que tenta perturbar a nossa com o dito "jogo de palavras": falo pois claro da França.
Ontem ouvi no noticiário que um dos atletas franceses (não me recordo o seu nome) intitulou os atletas portugueses de convencidos...
Seremos mesmo?? Ou será que já se está a sentir algum medo?? Não sei, não sei...
O que sei é que estamos confiantes em que podemos fazer um bom resultado (porque não sonhar com a final?). Eu antes de começar o mundial sempre disse que acreditava que chegaríamos às meias-finais, e chegámos...
Amanhã vamos juntar-nos todos, nesta iniciativa da câmara, para demonstrar o nosso apoio à equipa (para o melhor e para o pior).
.
É preciso acreditar! Porque a Selecção é de todos nós!!!

4 comentários:

  1. @mário
    Dei um jeito no corpo da letra, etc
    Sei que não vais levar a mal porque tens acessos para alterar o que entenderes.
    O post tá giro e a nossa Selecção merece.
    Eliminamos a França e quarta à noite vamos curtir, çim?

    jinhos da lena

    ResponderEliminar
  2. a mim, feliz ou infelizmente, ninguém me tira de casa para ver os jogos do mundial...

    ResponderEliminar
  3. @lena
    não há problema em teres alterado o corpo da letra...eu ontem fiz isto à noitinha e já tava a ficar com uma pancada de sono...lo0l=P
    s ganharmos vou curtir a noite toda...se não ganharmos ficarei orgulhoso à mesma dos nossos conquistadores (vi hoje n'A bola o nome que deram a esta selecção)!!!

    ResponderEliminar
  4. Apetece-me fazer um pequeno exercício de mau perder:

    “Qual David qual Golias.!!
    Mais uma vez cumpriu-se a tradição. Essa é que é.

    É sempre muito difícil jogar contra tudo e contra todos. O que conseguímos fazer e até onde chegámos saiu-nos do pelo.
    Mas agora alguém tinha de nos parar.

    Não era suposto que nós ainda estivéssemos neste filme. Pelo menos o guião quando foi escrito não contemplava actores portugueses nesta fase em que há um bolo a partilhar...

    Isto é como na lerpa. Quem vai a jogo tem de picar (pôr dinheiro na mesa), senão sai de cima.
    E nós somos uns tesos ... nem sequer temos interesses petrolíferos no Iraque.
    Nem no Iraque nem em parte nenhuma, tamanha é a nossa pequenez.
    E para os grandalhões, a nossa pequenez incomoda muito, pelos vistos.”

    Obs: a proximidade geográfica faz do Uruguai um país 'amigo' do Brasil e de todos os treinadores brasileiros. Ainda bem prós franceses, que não tendo um treinador brasileiro, de tal beneficiam por mera simpatia. Coincidências.

    E como é difícil descortinar a fronteira entre futebol e corrupção, saindo agora, nós ainda vamos a tempo de deixar que o sistema da FIFA funcione em pleno.

    Cumpra-se portanto o que planeado e pago estava."

    Não vale a pena acusarem-me de mau perder que eu avisei......

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.