Vamos falar de


sexta-feira, 5 de maio de 2006

A Tenda e os seus incómodos

Queria deixar aqui uma sugestão de escuta de opiniões a quem se acha sensível à seguinte questão:

Tal sugestão prende-se com a localização que há muito foi escolhida para colocar a tenda de espectáculos, tenda que se situa perto do 1º Loteamento da Cooperativa de Habitação Coophecome.

A minha chamada de atenção tem a ver sobretudo com o facto deste elemento logístico ser um impedimento de passagem dos transeuntes/moradores que se querem deslocar para o bairro da cooperativa, tendo por isso duas opções: uma com um pendor equilibrístico-circense: contornar a tenda caminhando sobre o muro paralelo a ela; ou por outro lado descer a rua, subir escadas, o que torna o acesso mais difícil e moroso para todos, jovens, menos jovens e idosos.

Sou moradora desta zona residencial e já há muito que tenho tido vontade de questionar este problema, se até à data não o fiz, foi porque existia ainda a possibilidade de atravessar a tenda (possibilidade que eu achava, contudo, descabida). Hoje qual não foi o meu espanto, quando percebi que tinham fechado as entradas. Tudo bem, não seria a melhor hipótese – atravessar a tenda –, mas e o que poderão fazer as pessoas que querem ter acesso a esta zona? Optar pelas duas hipóteses anteriormente referidas?

Isto para não falar do barulho, resultante dos eventos, que esta zona residencial tem de suportar. Mas como o hábito faz o monge, os moradores(coitados) já há mais que se habituaram, e já conseguem adormecer apesar do som (barulho) que provém daquele espaço.

Por considerar que os moradores já se acomodaram (?) com esta situação, julgo que esta não é uma questão a levantar (pelo menos, não neste momento).

Julgo no entanto ser imperativa a escuta de opiniões de quem passa por ali e usa aquele acesso, para pelo menos podermos exercer uma espécie de desabafo/troca de opiniões relativamente a este assunto.

É por tudo isto que peço que haja lugar neste blog para abordar este assunto.

Esta artigo foi-nos enviado por um(a) nosso(a) leitor(a) com um pedido de publicação.
Aproveito para lhe sugerir que se inscreva no Blog, podendo dessa forma inserir artigos directamente.
Enviei-lhe um convite.

20 comentários:

  1. Conterraneo sem garagem!05/05/06, 18:46

    vamos lá ser realistas: quem é de todos esses moradores que não gosta da dita tenda quando a utilizam como garagem? qd se faz um bailarico toda a gente se ofende w acha q tá ali muito mal, mas quando os carrinhos tão protegidos do sol e da chuva ninguem reclama... temos q deixar de olhar só para o nosso umbigo caros conterraneos...

    ResponderEliminar
  2. Como autora deste post quero apenas esclarecer que a questão que aqui se coloca não é uma crítica política, nem sequer uma crítica aos eventos que lá decorrem.
    É sim uma chamada de atenção ao problema de acessibilidade naquela área.

    ResponderEliminar
  3. Há quantos anos é que a tenda está naquele lugar?
    Há quantos anos é que lá se fazem festas?
    Durante quantos anos é que ela (a tenda) serviu de garagem e para estender roupa?
    Será que agora porque ela está fechada e não serve os residentes do Bairro da Cooperativa e não só, é que a tenda incomoda? Qundo ela foi lá montada ninguém se quixou, porque será? Porquê, Porquê, Porquê? Porque é que no bairro da Cooperativa há uma tenda e no meu não?

    ResponderEliminar
  4. Quando a música que tocava era sempre a mesma, não havia queixas.
    Agora tá tudo muito sensível ao barulho desde que a música mudou.
    Agora há quem tenha organizado abaixo assinados para acabar ali com a tenda e as festas mas já se esqueceu do tempo em que a filha era finalista e fazia festas e barulho.
    Dantes não se incomodavam e até achavam graça. Agora não conseguem dormir e tem espertina.
    Não será dos enchergões da cama?

    ResponderEliminar
  5. Bem, eu quando decidi fazer este comentário, ainda estava na esperança que as coisas não caíssem neste tipo de comentários pouco construtivos.
    Ainda depositei alguma esperança de que este tipo de mau clima alguma vez mudasse por aqui.

    A minha contribuição foi breve.

    Farewell :|

    ResponderEliminar
  6. Desistir ao terceiro comentário é muito rápido. Posso desafiar a ser um pouco mais persistente? Não tenho dúvidas que vai haver comentários construtivos. No entanto não posso deixar de considerar alguns dos já feitos, embora cáusticos com alguma consistencia e realismo

    Amanhã colocarei o meu comentário sobre o artigo.

    ResponderEliminar
  7. Borges_Nefasto06/05/06, 12:10

    O(a) Sr(A) que escreveu este artigo não consegue esconder a verdadeira razão pela qual o fez.
    Por favor,não me leve a mal,mas tenho cá para mim que o seu problema se prende somente com os tais eventos ou com qualquer coisa com eles relacionada.
    Na verdade,como o(a) sr(a) diz,os moradores ja se acomodaram á situação e até ja conseguem adormecer mesmo havendo BARULHO,o mesmo não aconteceu consigo,pois,nunca se adaptou como os restantes vizinhos.OU SERÁ QUE ESTÁ CONTRA A TENDA POR QUALQUER OUTRA COISA QUE NOS ESTÁ A ESCAPAR?
    O seu artigo,desculpe-me,mas não me convençe no seus reais propósitos!!

    ResponderEliminar
  8. Não há nehuma razão escondida no post que fiz.
    O que quiz dizer está lá bem explícito.
    Quem souber ler que analise o que escrevi. Quem quiser interpretá-lo interpretá-lo da forma que mais lhe convém, daí lavo as minhas mãos.
    Julgo que não interpretaram de forma correcta o que está lá escrito(peço-vos o favor de o relerem).
    Estava a frisar a FALTA DE ACESSIBILIDADE NAQUELA ZONA - quem sobe da Avenida até ao Bairro sabe perfeitamente do que falo.

    Portanto volto a repetir que enquanto existirem este tipo de comentários mais 'cáusticos' - uma espécie de má vontade contra tudo e todos -, que enquanto isso acontecer por aqui, desisto de me tentar fazer entender, e tentar expressar a minha opinião. Tenho mais em que empregar as minhas energias.


    Bem hajam.

    ResponderEliminar
  9. Pessoalmente entendo perfeitamente o desagrado dos moradores daquela zona no que se refere à localização da Tenda e aos incómodos que ela causa. Penso que a Câmara como proprietária e responsável por aquele equipamento deve oferecer o mais rápido possivel um solução alternativa para a realização de bailes festas e afins.
    Também é de referir que a localização e a solução da tenda é mais um exemplo da falta de planeamento e da forma pouco digna como se resolveram ao longo de décadas os problemas e as necessidades das populações. A tenda é só a "ponta do iceberg", abaixo desse nivel, e como no iceberg, estão falhas muito mais importantes, falta de saneamento, deficiente fornecimento de água, habitação municipal degradada, falta de loteamentos .......
    De qualquer forma a Câmara tem que encontrar rápidamente uma solução digna para resolver os incómodos da tenda. Entretanto, desde que por pouco tempo os moradores da zona terão que ter alguma continuar a sofrer os incómodos do mau planeamento.
    Não posso no entanto deixar de achar interessante a mudança de atitude de alguns moradores, essencialmente aqueles que até tinham responsabilidades autarquicas em mandatos anteriores que dum dia para o outro passaram de espectadores passivos a "activistas contra a tenda" promovendo até um abaixo assinado. Repito que entendo a indignação relativa à localização da tenda e às dificuldades que ela coloca à circulação e proponho que os moradores mais uma vez dialoguem com os responsáveis autarquicos para procurar uma solução.

    ResponderEliminar
  10. @Borges

    Malhares na desgraçada da senhora conven-ssido de que o convençe çe escreve com ç sedilhado é que é uma porra
    e não venhas com a desculpa que o C e o Ç estão juntos no teclado, çim??

    Jinhos
    da tua leninha

    ResponderEliminar
  11. Borges_Nefasto06/05/06, 15:20

    @Lena

    Tens toda a razão.muito obrigado pela chamada de atenção.


    Jinhos
    do teu borges

    ResponderEliminar
  12. @ Cidada,
    Penso que a tenda nesse sitio deve sim senhor, ser horrivel para quem lá vive.Tenho um café debaixo do meu apartamento, e só de pensar que logo irão instalar a esplanada até as 2h da manhã, ja eu tremo... Mértola precisa de um espaço para a realização dos vários eventos. Um espaço que não incomode ninguém. Transportar a tenda para os lados dos "Bernardinos" ou para a entrada de Mértola, junto a zona "industrial", será uma alternativa? Mas, será que depois quem bebe uns copos se desloca a pé? Não será uma caça depois a s multas? Não podem os bailies realizar-se nos Bombeiros, se tem uma sala com boas condições?Não importa quem colocou lá a tenda, isto ou aquilo.. Importa é resolver a situação que foi criada e que incomoda muita gente. Seria optimo , termos algumas ideias para resolver esta situação.

    ResponderEliminar
  13. A tenda não é uma questão política, é uma questão de respeito pelos outros e de qualidade de vida. Vivo nas suas imediações e sei bem o incómodo que causam alguns dos eventos ali realizados. Não se trata de oposição à realização de eventos, trata-se da necessidade de estabelecer regras de utilização que permitam uma coesxistência pacífica entre os moradores e a "tenda". Não é agradável passar noites em claro nem acordar com a sua porta, parede e rua repleta de vómito, urina e detritos que muitas vezes demoram a ser removidos. Por outro lado, este espaço é importante como acesso ao Bairro da Cooperativa pelo que sugeri que a Autarquia repense a localização desta tenda. Neste local poderá surgir um espaço ajardinado e alguns estacionamentos que tanta falta fazem para os moradores desta zona para além de permitir o acesso aos moradores do Bairro da Cooperativa.
    Não tendo directamente a ver com o assunto mas relacionado com algumas opiniões deixadas neste blog apelo ao bom senso dos utilizadores e à crítica construtiva, vamos trabalhar para uma mértola melhor independentemente da cor política. Criticar é um direito o que não implica olhos vendados e horizontes reduzidos.

    ResponderEliminar
  14. Nunca achei muita piada à tenda, que até era suposto ser desmontável. Foi ficando (desde 1999?), até hoje. E compreendo o desconforto de quem vive nas imediações.

    ResponderEliminar
  15. Okapa man
    Já lá apanhei algumas bubadeiras e táce bem meu.
    Os kotas kerem fexar akilo pq são bué da kotas meu.
    A malta ker akilo fixe pa kurtir.

    kotas pá kama
    kalemce kom a cena da tenda

    ResponderEliminar
  16. @dj boy

    Pára com essas tretas de africano e vai para Lisboa.Lá é que estás bem.sempre tens irmãos com fartura.

    ResponderEliminar
  17. man, mine irmão
    tás numa de cheno-fó-biko??
    keke keres, bakano?
    pq ho-deias meu irmão?
    peaceman okapakuta?

    ResponderEliminar
  18. gostei especialmente desta troca de diálogo yah meu fixe bacano tass iô munta louco bué népias ....

    ResponderEliminar
  19. us qotas jáce kalaram kom a cena da tenda meu
    a tenda é noça a tenda fika táce buéda nice

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.