Vamos falar de


terça-feira, 17 de janeiro de 2006

Que futuro para a Casa Vargas e para o Mercado Municipal?

Mais uma oportunidade para a participação no futuro da nossa terra. A 18 de Janeiro vai ter lugar uma discusão pública a partir das 17.30h no Salão da Junta de Freguesia de Mértola para discutir qual o futuro da Casa Vargas e do Mercado Municipal.
Mais uma vez aqui fica o desafio. Participem na discussão pública que pode começar já aqui! A vossa opinião é fundamental.

14 comentários:

  1. Quanto á casa vargas ainda não pensei no assunto... Mas quanto ao Mercado Municipal acho que poderá servir para o mesmo efeito que agora, claro que num espaço renovado e muito mais apelativo! É importante termos os nossos produtores a vender os seus produtos, e há sitio melhor que o Mercado Municipal??

    ResponderEliminar
  2. Não estando muito no âmbito deste post, mas será que alguém me pode esclarecer esta dúvida: A quem pertence o edificio dos antigos celeiros da EPAC situados no Além-rio???

    ResponderEliminar
  3. Real estate informant20/01/06, 09:30

    Penso que seja ao Zé Afonso!

    ResponderEliminar
  4. Os Celeiro de Além Rio são um mistério... parece que são do Zé Afonso, pelo menos uma parte.

    ResponderEliminar
  5. Obrigado pelo esclarecimento!

    ResponderEliminar
  6. Eu coloquei esta questão, porque é um espaço que poderia ser aproveitado para tanta coisa, visto ter uma área bastante considerável e uma vista espectacular!

    ResponderEliminar
  7. Acho que no mercado deveria existir um espaço de miradouro( mesmo que pequeno), a frente virada para o rio tem uma vista priveligiada.

    ResponderEliminar
  8. Concordo com a ideia do miradouro. Sim, mas não o acho suficiente. Um restaurante tipico, no local do mercado, com a fachada em vidro (ou o que melhor se adeque à paisagem!!!), e um espaço para a comercialização de produtos tradicionais, aberto todos os dias, incluindo fim-de-semana, para podermos aproveitar economicamente e também dar a conhecer os produtos da região. Que melhor local existe senão o centro da vila e o acesso à vila velha, a nossa zona privilegiada de turismo?

    ResponderEliminar
  9. Silvia, faço minhas as suas palavras!

    ResponderEliminar
  10. Concordo inteiramente com a excelente ideia da Silvia, pois poderiamos ter um excelente restaurante e ao mesmo tempo promover os nossos produtos tradicionais.

    ResponderEliminar
  11. Resultado da discução publica?
    Alguem pode dar informação sobre o resultado da discução publica de dia 18 de Janeiro?

    ResponderEliminar
  12. O Mercado, quanto a mim, não deve deixar de ter a função que tem hoje, só que, obviamente, melhorado, deve dar-se condições aos "logistas", impor regras, não deixar que um "logista" ocupe quase todo o espaço, de forma a que mais comerciantes queiram vender os seus produtos no Mercado!Deve ter um horário alargado porque esta num local previligiado, não só para os residentes como para os turistas! Quanto mais agradavel for o espaço, também melhores serão as vendas!
    Quem sabe um pequeno café, a exemplo de antigamente, mas só como "complemento".

    ResponderEliminar
  13. Li2 tem toda a razão. O Mercado deveria ser restaurado e revitalizado. Aliás é um local emblemático da Vila. Ainda me lembro quando era pequena ir aos sábados ao Mercado, as bancas cheias, as lojas, até a taberna da "Tia Laura"... quem ainda se lembra?
    Um novo restaurante? para que? não acham que já há restaurantes a mais na Vila e que na maior parte do ano estão às moscas? Há mt oferta e pouca procura.
    Revitalizar aquele espaço, dar-lhe novamente vida... dar lugar a que outras pessoas também tenham direito a expor as suas mercadorias (os produtos tradicionais p.e) e deixe de ser o monopólio a que se assiste actualmente nesse espaço.
    Não sei quais foram as conclusões saídas da reunião da câmara porque não estive lá...

    ResponderEliminar
  14. Estiveram cerca de 40 pessoas presentes quase todos foram da opinião que o mercado deveria ficar no mesmo sitio. Fazer algumas obras, um mercado em condições, com espaço para um restaurante, e lojas de produtos tradicionais.. Na Casa Vargas: posto de turismo, Gabinete de atendimento da CMM. Foram algumas ideias propostas ao executivo.

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.