Vamos falar de


quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

AMBAAL e NERBE acusam Governo de “empatar” aeroporto de Beja


O Estado, accionista maioritário da EDAB – Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja, não esteve presente na última reunião da Assembleia Geral.

A AMBAAL- Associação de Municípios do Baixo Alentejo e Alentejo Litoral, que preside à Assembleia Geral, e o NERBE, como accionistas minoritários da EDAB, consideram “que a ausência, intencional, do representante do Estado/Governo, accionista maioritário, na reunião da Assembleia Geral é indicadora da falta de interesse político na abertura do Aeroporto de Beja”.

Esta reunião era considerada, pela AMBAAL e pelo NERBE, de “importância vital para a fase em que actualmente se encontra o processo de abertura do Aeroporto”. Jorge Pulido Valente, presidente da AMBAAL, afirma que as questões técnicas estão ultrapassadas. Numa Nota de Imprensa conjunta da AMBAAL e do NERBE são apontadas 3 decisões que estão pendentes de decisão do Governo: “a definição dos termos e prazos em que a ANA deve abrir o Aeroporto, o futuro da EDAB e, consequentemente, uma proposta de transferência de património a ser apresentada à Assembleia Geral”. Os accionistas minoritários querem que o Governo não “empate” o processo e “assuma publicamente a vontade política de abertura do Aeroporto”.

Pulido Valente pretende alertar o Primeiro-ministro para esta situação.

In
Rádio Pax

Sem comentários:

Enviar um comentário

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.