Vamos falar de


segunda-feira, 8 de março de 2010

Uma voz insuspeita

Muito se tem escrito e falado sobre a actual situação da Justiça portuguesa durante este infindável vendaval político-mediático, que tem como epicentro o derrube, a qualquer preço, do Primeiro Ministro José Sócrates.

Garcia Pereira, insupeito de fazer carícias ao Governo do Partido Socialista, foi à RTP, no programa "Antes pelo Contrário", pôr os pontos nos ii e chamar os bois pelos nomes.

Ouçamo-lo. Vale mesmo a pena.

1 comentário:

  1. Garcia Pereira sabe bem do que fala .Concordo na integra com ele. Será que alguem pode controlar a comun. Social? Será que alguém que se sente lesado com parte da comunicação não se pode indignar?Os joralistas são intocáveis? Garcia Pereira podia ter ido mais longe. Moura Guedes, Crespo e Jose Manuel Fernandes trabalaham a mando de quem? A campanha da Casa Pia, Freeport, licenciatura que objectivos servem?Já houve algumas provas dos boatos lançados? Diz-se, ouvi dizer, um amigo meu ouviu e fez de bufo, mas o que é isto? O Rangel que só fala gritando vai para a Europa dizer que não há liberdade de expressão em Portugal.Para ele o que é liberdade é dizer-se tudo o que alguma imprensa quer, sem haver contraditório? Vejam o jornal das 9 do Mário Crespo. Tem sempre 2 vozes de partidos diferentes mas sempre uma única voz a falar contra o Governo. Da área do PS convidava os que por vezes não alinham com posições do Governo. Mas tem-lhe saido o tiro pela culatra.Seguro, Ramalho, Maria Belem e Alfredo Barroso , JoÕ sOARES não lhe têm dado grande espaço de manobra. Deve estar prestes a convidar outro, para que venham venerar o "Martir" Crespo pela sua denúncia do diz-se que diz-se.
    Força Garcia Pereira senão daqui a algum tempo não tens tempo de antena

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.