Vamos falar de


sábado, 28 de novembro de 2009

Deputados socialistas apostam num mandato de proximidade

Os deputados socialistas Luís Ameixa e Conceição Casanova reforçaram o seu empenho em defender os interesses do Baixo Alentejo e deram garantias dos projectos estruturantes para o desenvolvimento da região. Os deputados apostam num mandato de proximidade.

Os deputados do Partido Socialista eleitos por Beja, Luís Ameixa e Conceição Casanova, apresentaram na segunda-feira os termos e iniciativas que serão desenvolvidos no seu mandato. O objectivo foi reafirmar, perante a população, o empenho de representar os interesses do Baixo Alentejo, em conformidade com o programa eleitoral que foi sufragado, e a vontade de satisfazer os interesses do País nos termos da Constituição da República Portuguesa.

Os eleitos pelo PS recordaram que "o compromisso do novo governo inclui a concretização dos investimentos públicos e o aproveitamento pleno dos grandes projectos de desenvolvimento para a região" e, neste sentido, afirmaram que "recentemente o primeiro-ministro, José Sócrates, esteve presente nas obras da nova auto-estrada Sines - Beja e, aí, reafirmou também o compromisso do Governo com os projectos do aeroporto de Beja e do Alqueva agrícola".

Referindo-se ao antigo denominado IP8, agora auto-estrada Sines - Beja, Luís Ameixa disse que "esta obra é muito importante" e que "a decisão do Governo em realizar esta ligação de Beja por auto-estrada e de investir centenas de milhões de euros é decisiva para o futuro da região".

Relativamente ao contrato da concessão rodoviária Baixo Alentejo [cujo visto prévio foi recusado pelo Tribunal de Contas], Luís Ameixa referiu: "Vivemos num país democrático e tem de haver transparência em todos os processos institucionais e em todos os investimentos. Tem de haver o cumprimento de todas as regras". E garantiu: "A determinação política, da parte do Governo, de realizar esta obra mantém-se integral. Não há nenhum baixar de braços. Vamos continuar com a obra, de acordo com as leis. Queremos que ela se concretize o mais rápido possível, para o desenvolvimento de Beja e do Baixo Alentejo".

O aeroporto de Beja é considerado uma das obras estruturante para o progresso da região e, segundo o deputado socialista, "a entrega da exploração do aeroporto à empresa ANA foi decisiva". Quanto ao funcionamento da estrutura, Luís Ameixa acredita que, "em breve, o aeroporto terá as condições necessárias para começar a operar". Conceição Casanova reforçou a ideia e lembrou que "o primeiro-ministro mencionou, aquando da discussão do programa do Governo na Assembleia da República, o aeroporto de Beja" e que, deste modo, "não existe, em relação a este assunto, nenhum motivo para a intranquilidade".

A regionalização também foi alvo de análise e para os deputados socialistas, "é necessário verificar se existe na sociedade portuguesa, designadamente no âmbito político, um consenso suficientemente forte para que o processo possa fazer-se com sucesso".

Os deputados socialistas apostam num mandato de proximidade com as pessoas e as instituições do distrito e, neste sentido, vão ser desenvolvidas iniciativas permanentes de visitas a entidades, de deslocações aos concelhos e de audições temáticas. Durante as visitas, os socialistas reservarão também um período de atendimento aos cidadãos locais. Os deputados disponibilizam, ainda, um gabinete de atendimento, que funcionará, todas as primeiras segundas-feiras de cada mês, entre as 10 e as 12 horas, nas instalações do Governo Civil do Distrito de Beja. Os eleitos para a Assembleia da República poderão ser também contactados, através de carta ou por correio electrónico.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.