Vamos falar de


quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Al Mertuli um comentário infeliz e cego…



Uma das obras
"Virtual actividade dos últimos 8 anos"

Prometo publicar mais obras virtuais nos próximos dias...












A propósito de um comentário produzido pelo nosso colaborador Al Mertuli no Post “Projecto de desassoreamento do Guadiana vai ser apresentado em Mértola “ publicado em 3 de Setembro, com o seguinte conteúdo:

“Ainda a governação socrática não iniciara a divulgação do Simplex já aqui em Mértola, na Câmara Municipal, o trabalho virtual se tornara na única actividade "visivel", principalmente, no luxuoso Boletim, (que mais parecia um album fotográfico...).
E continuam a ser virtuais as afirmações que se fazem mas em que já ninguém acredita.
Felizmente que o dia XI de Outubro está já ali à esquina. Nesse dia, a virtual actividade dos últimos oito anos irá fazer uma travessia pelo deserto, quiçá, pelo deserto do ministro Lino.”


Caro Al Mertuli

Tinha prometido a mim mesmo que pessoalmente não traria temas da Campanha eleitoral para este blog, mas perante a desfaçatez deste seu comentário não posso deixar de me “alcachofrar” consigo e repor a verdade dos factos.

No que diz respeito à sua apreciação relativa à governação socrática e aos benefícios ou malefícios do Simplex não vou tecer qualquer comentário, embora o tom em que a essa medida se refere demonstre alguma ignorância e a cegueira próprias de quem se habituou a olhar só em frente a ignorar as laterais e quiçá nem em frente.

Já no que se refere àquilo a que classifica como trabalho virtual da Câmara Municipal não posso deixar passar sem reparo a sua cegueira total, talvez provocada pelo convívio de tantos anos nas hostes comunistas onde tal mal é doença contagiosa, bem pior que a epidemia de gripe que actualmente a todos preocupa. Caro Mertuli, ou Al permita-me que o trate assim, se seu problema de visão não lhe permite enxergar obras como a ponte do Pomarão, a ponte de S.João, o Eixo comercial de Mértola, a recuperação da Casa Vargas, a Unidade Móvel Médico Social, a recuperação do Grémio de Santana de Cambas, as ligações transfronteiriças, a requalificação de 6 igrejas, o Festival do Peixe do Rio, a Feira transfronteiriça de Vale do Poço, o Festival Islâmico, certamente também não enxergará, reuniões de Câmara e de assembleia em várias localidades do concelho, melhoramentos (repavimentações) de estradas de alcatrão e terra batida em centenas de km, projectos sociais e outros (ser criança, construir, agris, fame (apoio às Micro-empresas), leader +, hubaal, ambiente +, marcha, mercator, interreg, oralidades, 3 culturas, margens…), encontro de reformados, Agenda Cultural, promoção de Mértola em feiras e outros eventos nacionais e internacionais, viagem anual para jovens, cartão social, cartão jovem, apoio nos medicamentos a idosos, etc, etc, etc. (os etc não vê de certeza absoluta).

Quanto ao Boletim Municipal que segundo o Al, “mais não parece que um álbum fotográfico” , é certamente disso que se trata, um álbum fotográfico da obra feita, da muita obra feita, assim absolutamente indesmentível. Só quem não vê são mesmo os cegos o que parece infelizmente para o Al, ser o caso.

Se é a esta é a “virtual actividade dos últimos oito anos “ a que se refere, então eu quero mais, e os mertolenses vão querer mais também, eu acredito e a maioria também acredita, porque felizmente para a doença de que o senhor padece já foi encontrada vacina, chama-se LISTAS DO PARTIDO SOCIALISTA.

O dia 11 está ali mesmo à esquina para continuar o bom trabalho feito. A travessia do deserto, essa vai ser feita, provavelmente por aqueles que como o senhor precisam de retirar as palas, deixar de olhar para o umbigo, e começar a olhar para o todo que é o Concelho.

Trate-se caro Al, o seu caso ainda tem cura, basta abrir os olhos, o pior cego é aquele que não quer ver, faça como S. Tomé…consulte o álbum fotográfico. IMDESMENTIVEL….

Al, comentários como este, vindos duma pessoa com a sua responsabilidade, ficam-lhe muito mal e enfraquecem a sua já periclitante credibilidade, a sua e a dos seus correligionários. Ninguém vai acreditar em vocês!!!.

Para finalizar, um conselho de amigo, faça politica como deve ser … POLITICA SÉRIA … apresente propostas, critique o que acha que está mal, colabore para melhorar, PARTICIPE. Não se faça de parvo porque é coisa que você não é. Se tiver essa atitude pode ser que consiga igualar o numero de votos correspondente ás assinaturas que recolheu, esse é o seu objectivo!!


Obrigado pela oportunidade que me proporcionou.

Carlos Viegas

5 comentários:

  1. Meu caro Administrador

    Al Mertuli, aliás Pereira da Costa, já havia postado no seu Editorial do dia 3. Pensava-se que os comentários estariam encerrados. Eis senão quando AL Mertuli, nas vésperas do acto eleitoral, veio de novo bolsar o seu ódio de estimação à actual vereação!

    É assim uma espécie de TOCA E FOGE, como já vem sendo hábito. Não há nada a fazer.

    Esperemos pelo próximo dia 11 para sabermos quem é quem no que toca a virtualidades...

    ResponderEliminar
  2. O sr.administrador tem toda a razão. O trabalho virtual não passa duma aleivosia. Basta que atentemos no Festival Islâmico. Todos sabemos que foi obra desta equipa...iniciada no século passado.

    Ah ! E já me esquecia da "doca". Você também não se lembrou. Acontece.

    Um amigo, de Castro, foi convidado a vir a Mértola. Garantiram-lhe transporte comes e bebes, cantares e ...ele veio, principalmente, porque queria ver a "Doca" Já conhecia Mértola. A "doca", essa, é que não. Comeu, bebeu, ouviu música e voltou a Castro sem apreciar a anunciada "doca". Julgava ele que Mértola se tornara já numa pequena Lisboa.

    Pois é...o nosso velho cais, numa noite, virou "doca". E o meu amigo, que diz ter comido bem e bebido melhor ficou sem ver a "doca". Uma "doca" virtual?

    O meu amigo, como o signatário é que andamos a ver mal. Nós dois e muitos mais, tantos, que até já assustam...

    É claro que nunca seremos uma pequena Lisboa. Mas acabaremos por ter uma doca. Uma doca a sério, naturalmente.

    Perdõe-me, senhor administrador, mas não acredito que V. Exª. seja assim tão lirico.

    É que, assim sendo, começo a ficar preocupado consigo. Lírico, sim, mas, quanto baste.

    E pode continuar a tratar-me por Al. Sabe o que quer dizer ? Eu sei que sabe.

    Quanto ao que diz Antonio T só mereceria resposta se o sr. AT desse a cara, como o signatário sempre fez.

    Toca e foge quem não quer mostrar-se. Ou não será?

    ResponderEliminar
  3. Enhor Al Mer.. versus PC
    Então diga lá é PC ou MIM?
    Está bom da cabeça ou está doente?
    Está com os explorados ou exploradores?
    Está com o Povo ou latifundiários?
    Está com visões, perturbações ou qualquer outro padecimento?
    Vive nos Lombardos ou na lua?
    Foge aos debates ou não sabe dialogar?
    Gosta agora mais de caça ou de peixe muge?
    Gosta maisde Caviar ou sardinha enlatada?
    Resoonsa com verdade que na volta do correio vai a receita.
    Não paga nada pela consulta já que ela já foi paga por "Mim"

    ResponderEliminar
  4. @Al
    O amigo não me desmentiu em nada... Aleivosias??? Tem a ponte do Pomarão também iniciada no século passado.

    Vou continuar a brinda-lo diáriamente com obras virtuais dos ultimos 8 anos, penso que você continuará cego os restantes eleitores acho que não!

    Já agora quanto a "docas", refere-se á festa do PS com mais de 1000 apoiantes?? Foi pena lá não ter estado pois a festa foi muito boa, apesar do jantar ter sido com as ditas "ovelhas velhas". Antes ovelhas velhas do que vacas virtuais, se é que me entende e se recorda!!!

    Repare também que este artigo é assinado por mim em nome pessoal e não na qualidade de administrador do Blog. Para mim a diferença é grande.

    ResponderEliminar
  5. Ó Al Mertuli, vocês respondeu quase sempre aos meus postais! Recusa fazê-lo agora e só o fará, segundo diz, se o sr AT der a cara!

    Desculpas de mau pagador. Você sabe perfeitamente que eu estou identificado perante o administrador do Blog. Provavelmente ainda não cuidou de saber o significado do nome Transtagano apesar de se dizer um fâ de Camões!

    Não seguiu o meu conselho de tomar a papinha Maizéna que é, de resto, um excelente fortificante e faz crescer.

    Se a tivesse tomado, saberia distinguir entre Real e Virtual ou, se preferir, entre realidades e virtualidades.

    Tem que ser o Sr Carlos Viegas a esclarecê-lo step by step, o que faz com muito gosto e nem sequer cobra nada!

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.