Vamos falar de


quarta-feira, 3 de junho de 2009

Um novo visual, o mesmo ideal.







Com esta imagem terminamos um ciclo iniciado em finais de 2005. Já lá vai um tempo.
Aqui chegados, esperamos que o novo visual o(a) surpreenda pela positiva e seja do seu agrado.
A área de comentários está diferente e para melhor no que toca à leitura. Será ainda necessária uma ou outra afinação. Ficamos a aguardar a sua opinião.
.

14 comentários:

  1. Tá fixe assim prá frentex. Quando entrei pensava que me tinha enganado. Força Mértola !!

    ResponderEliminar
  2. Primeiro estranha-se, depois entranha-se.

    ResponderEliminar
  3. Carlos
    Aproveitaste a descida da Euribor e mudaste de um T-zero para uma quatro assoalhadas com logradouro.
    Ainda bem. Já merecias.

    ResponderEliminar
  4. Uma mudança para melhor sim senhor! Ganhei coragem para começar uma pequena colaboração.

    ResponderEliminar
  5. É quase sempre bom mudar!...E quando é para
    melhor todos ficamos a ganhar. Parabens!

    ResponderEliminar
  6. Parbéns!Se o visual é cinzento, o ideal não.

    ResponderEliminar
  7. @António Transtagano
    Inestimável meu caro! deveras inestimável este teu/seu comentário.

    ResponderEliminar
  8. Só é pena que o Sr. Administrador não tenha querido acabar, de vez, com os anónimos. Eu próprio lhe aventei essa hipótese mas desisti, na mesma hora.

    Jogar por debaixo do pano não enobrece o jogador.
    Nem o jogador, nem o blogue. E coloca em desvantagem quem faz jogo limpo, naturalmente.


    Cumprimentos.

    ResponderEliminar
  9. Meu caro Pereira da Costa

    Hoje não há tempo para desmontar o que afirma mas cita-se parte do apelo feito em 6 de Maio:

    ”Na blogosfera já é prática corrente o uso de nome próprio e apelido na emissão de comentários !
    É desejável que também o faça aqui! Mas nada impede que, estando identificado perante quem administra o blogue, possa comentar livremente sob pseudónimo, sigla, apelido ou outra coisa qualquer, emitindo na mesma as suas opiniões e sendo por elas responsável.”

    Cita-se o que o Pereira da Costa comentou em 22 de Maio:

    “Quem se esconde razões lhe assistem. Daí que, esta determinação do sr. Administrador, como vimos agora vendo, sendo certo que fez desaparecer "muita palha", trouxe ao blogue uma outra dignidade. Assim sendo, a atitude, certamente incompreendida por quem não é capaz, ou não quer dizer o que pensa, assumindo a correspondente responsabilidade, é louvável e merecedoira dos maiores encómios.”

    Aqui mais acima, em 4 de Junho, disse o Pereira da Costa sobre a alteração do layout: “É quase sempre bom mudar!...E quando é para melhor todos ficamos a ganhar. Parabens”

    Não se percebe que agora (20/06) e aqui (o último comentário havia sido feito em 05/06) regresse ao tema do anonimato (fora do contexto) baseando-se de forma oportunista em situações que não correspondem à verdade, sendo certo que se desconhece em absoluto se recentemente algo de “estranho” terá acontecido na troca de comentários que motive esta sua nota/reacção extemporânea.

    O tema do anonimato já foi aqui largamente discutido com opiniões contra e a favor. Basta fazer uma consulta aos arquivos do blogue.

    Na sua qualidade de autor pode o Pereira da Costa sempre regressar ao tema, reabrindo o debate em artigo de opinião quando quiser.

    Mas invocar a qualidade de “conhecido” (opção sua tomada livremente), para implicitamente chamar batoteiros aos outros “desconhecidos seus”, não lhe assenta bem.
    Nem se vê como possa ter autoridade para o fazer.

    ResponderEliminar
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  11. Meu Caro Senhor Administrador,

    Não tenho quaisquer dúvidas quanto à coerência deste meu "desabafo". Como o senhor administrador tão bem sabe, gosto de assumir tudo o que escrevo, dando, imediatamente, a cara..como está bem de ver, apesar da sua aquiescência para que assim não tivesse de ser.

    Os que se escondem sobre a capa do anonimato não me merecem credebilidade. É um direito que lhes assiste...como, ao signatário, assiste o direito de discordar.

    E é claro que esta minha observação não é extemporânea, não é oportunista e tem toda a razão de ser, como, aliás, se torna óbvio...para quem o queira ver.

    A minha autoridade resulta da coerência de que sempre faço prova e não vai ser o sr. administrador quem me dá lições de como a praticar. Tampouco lhe asssiste o direito, sr. administrador, de me acusar de oportunismo. Não lhe assiste o direito e, principalmente, a razão.

    Desde que escrevinho no seu blogue, já recebi mensagens e telefonemas de mertolenses que elogiam o destemor com que afronto "poderes", alegadamente, intocáveis. "Poderes" que, tampouco, vislumbro...

    Se e quando regressar ao nosso País, se o meu tempo me der tempo, procurarei relançar o tema, como o sr. administrador propõe.

    Entretanto, por agora, dou por encerrado este assunto, pretendendo, mesmo, ponderar a minha actuação no futuro.

    ResponderEliminar
  12. Sr Pereira da Costa
    Neste blogue deixou de haver anónimos.A partir desse momento deixou de haver irresponsáveis, por que a cada momento pode pedir-se responsabilidades a quem ofenda alguém. A discussão passou a ser civilizada e os ataques pessoais deixram de existir. No calor das palavras pode haver alguns excessos mas nunca a raiar o que dantes se assistia.
    Aliás eu próprio não considero que o facto de me tratar por Sofhia, seja considerado um insulto, tendo eu já explicado mais de uma vez que somos do mesmo género.
    Ainda não vi que neste blogue e nas suas intervenções tenha afrontado algum poder. Tenho assistido a algumas criticas normalissimas numa sociedade livre e plural, onde cada um tem a sua opinião e é respeitada, mas que eventualmente pode ser contrariada.
    E, eu tenho contraiado algumas sem que daqui mereça qualquer reparo comportamental.Nesta troca de palavras, de ideias e opiniões, por vezes somos confrontados com contraditórios que não esperávamos, por que desconheciamos.
    Por que está de novo ausente, espero que não seja por por motivos de saúde mas sim de lazer, ficamos à sua espera para aprofundar debate, até convencê-lo das minha razões assentes em factos concretos e não apenas em retórica de politica rasteira.

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.