Vamos falar de


sexta-feira, 14 de setembro de 2007

Obras Municipais no concelho ascendem a 5 milhões e meio de Euros


A Câmara Municipal de Mértola aposta forte na melhoria e modernização das infra-estruturas do concelho, estando actualmente a decorrer em simultâneo 17 empreitadas, que perfazem um investimento superior a 5 milhões e meio de euros. A maioria destas obras estará concluída até meados do próximo ano.

Na Vila de Mértola estão em curso a requalificação e valorização do Castelo – Alcáçova, a reabilitação das Casa Barbinha, Casa dos Azulejos, Casa Branca, ampliação da Biblioteca Municipal, movimentos de terras no loteamento da encosta NW e respectivas obras de urbanização, o que se traduz num investimento de dois milhões e trezentos mil euros.

Na área educativa, a aposta do Município foi para a remodelação dos parques escolares da EB1 de S. Miguel do Pinheiro, Algodôr, Penilhos e Santana de Cambas, num total que ascende a um milhão e trezentos mil euros.

Na Mina de S. Domingos a Autarquia está a recuperar o edifício do antigo Grupo Musical e Recreativo da localidade, um investimento superior a 134 mil euros e cuja conclusão está prevista para Novembro deste ano, tendo inaugurado recentemente o Centro Republicado 5 de Outubro que custou 194 mil euros.

A conclusão da pavimentação do CM 1096, entre o limite do Concelho e a Corte Pinto, e da ponte sobre a ribeira de Oeiras em S. João dos Caldeireiros estão também previstas para Novembro deste ano, sendo o valor das obras de 1.148.600 Euros e 374.443,47 Euros respectivamente.

Na área de saneamento básico as obras em curso são a construção do pontão e reparação da ETAR em Corte Sines, da ETAR e a ligação de ramais domiciliários de água em S. Pedro de Sólis, com um custo estimado de 213 mil euros, tendo concluído recentemente as obras num conjunto de outras localidades. Ainda em finalização está a ligação dos sistemas de desinfecção/descontaminação em todos os sistemas de abastecimento de água às populações a partir de furos artesianos, um investimento de 765 mil euros.

4 comentários:

  1. onde estão os más linguas?

    ResponderEliminar
  2. São convencidos alguns que tudo isto está a decorrer ás mil maravilhas, ha, ha, ha....pobres ingénuos.
    Viva a demogogia....

    ResponderEliminar
  3. Demagogia é guardar a carne no frigorífico e dar as batatinhas a comer. Para bom entendedor...
    É verdade que o pó das obras aborrece, que as ruas cortadas para fazer saneamento são um incómodo, que a gestão dura dos dinheiros públicos deixam aborrecidos para quem os olha como inesgotáveis. Mas tudo isto é, mais do que necessário, imprescindível para que Mértola alcance níveis de desenvolvimento pelo menos comparáveis aos concelhos vizinhos.
    Vamos olhar estas coisas como necessidades e deixemo-nos de politiquice brejeira que não beneficia a ninguém.

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.