Vamos falar de


segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Remodelação do Eixo Comercial - Reunião


A Câmara Municipal de Mértola vai promover no próximo dia 1 de Fevereiro, às 19h15, no salão da Junta de Freguesia de Mértola, uma reunião pública para debater o faseamento e execução das obras de Remodelação do Eixo Comercial de Mértola.

Participe! A sua opinião conta!

32 comentários:

  1. abel silva30/01/07, 00:22

    A procura de uma solução integrada e concertada com a população, mas sobretudo com o potenciais visados (os comerciantes), é uma atitude inteligente da Autarquia (ciente da complexidade que aquela obra acarreta: vestígios arqueológicos, obras paradas, rua esventrada, comerciantes enfurecidos). Resta esperar que haja contribuições realmente construtivas.

    Um bom faseamento será determinante para evitar os prejuízos que as, quase certas, paragens para estudos arquelogicos terão no já débil tecido comercial do eixo comercial. Pois corre-se o risco, se de facto houver obras, de no final apenas ser um eixo.

    ResponderEliminar
  2. Pela foto, estamos mesmo a ver quem vai ocupar, logo de manhã cedo, todos os lugares disponíveis para estacionar! Depois das nove horas, quem quiser ir ao banco, ao café, às batatas, ou às lojas do outro lado da rua, bem pode ir pensando em ligar os “piscas” e estacionar o carro em cima do passeio. A não ser que seja implementado o estacionamento por períodos de tempo de meia hora, no máximo.

    ResponderEliminar
  3. Mas porque se vai mudar agora?!Ou será melhor, só agora?!Sim porque a vila tem que tar bonita no festival Islâmico né? O resto do ano(s) não contam, como não vem cá ninguém, e os de cá não contam, deixa estar...aliás, as laranjeiras até vão dando umas laranjinhas!!

    ResponderEliminar
  4. e tudo o vento levou30/01/07, 11:33

    Agora ja e tarde....

    ResponderEliminar
  5. Vão lá à reunião e deem os vossos contributos para depois não virem dizer que ninguém ou ouviu nem lhes pediu opinião. Vamos todos participar e criticar no lugar certo.

    ResponderEliminar
  6. Opá ó anonimo, opiniões e contributos?reuniões?Já lá fui a muitas...Sabes o que mudou?Ainda puseram aquelas bolas horriveis, po pessoal não meter os carros nos passeios.
    Vai dar palha ao burro vai...

    ResponderEliminar
  7. Então mas o projecto já deve estar feito. O que vamos lá fazer?

    ResponderEliminar
  8. @anonimo 30/01/07 6:49PM
    Lê o Post "para debater o faseamento e execução das obras "!!

    ResponderEliminar
  9. @anónimo 30/1/07 6:48 PM
    Os passeios não são para meter os carros são para os peões. Não era necessário "Bolas" se tu e outros iguais a ti não fossem pouco civilizados.
    Para dar palha ao burro tenho que saber ondes estás!!

    :)

    ResponderEliminar
  10. ABRE OS OLHOS30/01/07, 20:51

    vamos finalmente ver-nos livres das Salgadeiras?

    ResponderEliminar
  11. Ai os passeios são para os carros...tá correcto, bem o sei. Então e os carros?!Tem que existir alternativa, como não há é normal que se utilizem os passeios. Então e o Sr.(a) se for por uma rua que não tem passeio?!Não sai de casa por as estradas serem pos carros? QUEM NÃO TEM CÃO, CAÇA COM GATO.
    Percebes-te ou queres que eu te explique como se fosse sum b..... AHHHH mas tu já és!!!!

    ResponderEliminar
  12. O comentário do último anónimo evidência o egoísmo, e chico-espertismo, que a utilização maioritária do transporte individual provoca numa vila que deveria ser percorrida a pé.

    A generalização desta atitude egoísta assume contornos hilariantes, a ver: num concelho com das maiores taxas de desertificação do país, ocorrem engarrafamentos de trânsito que tornam as principais artérias autênticas ruas do Cairo.

    ResponderEliminar
  13. Não é um problema de :Chico Espertismo:mas sim de :jorge espertismo:

    ResponderEliminar
  14. limpa-te agora no outro ó chico esperto, podes não gostar mas tens realmente atitude de chico esperto

    ResponderEliminar
  15. Gaspar Antunes31/01/07, 20:08

    Olá a todos... venho desde já comunicar o quando me agrada o facto de esta opinião ser debatida com os interessados para que possam intervir directamente com o Vereador responsável por este pelouro. É necessário chegar um consenso e a forma de melhor servir tanto os lojistas e os consumidores, não descorando o acesso ao Hospital, pois a situação actual é por vezes desesperante para quem necessita de cuidados médicos em situação de urgência.

    Como não desempenho actividade no concelho, é impossivel de dar o meu contributo relativo a esta situação, fica para a próxima...

    Gostava de saber o que vão fazer, qual o destino do equipamento no eixo da vila, qual a utilidade das "salgadeiras" precisava de umas quantas no quintal, seria possivel :p

    Beijinhos e Abraços...

    ResponderEliminar
  16. Ó anonimo das caminhadas. Achas que as ruas têm estes "engarrafamentos" porque têm muitos carros? Errado. O ordenamento urbanistico é que é um verdadeiro caos. O mais fácil é acabar com os carros é verdade. Já bush dizia, sobre os incêndio nos EUA, cortem-se as árvores, assim não há incêndios.

    ResponderEliminar
  17. GASPAR ANTUNES
    Com que então não vives cá? Então vem à reunião amanha.

    ResponderEliminar
  18. Gaspar Antunes02/02/07, 00:24

    @gorba Confundes o facto de ser residente com o desempenhar actividade profissional! Ficas a saber o mesmo!!! :p

    Não posso ir à reunião com tristeza, mas gostava que os demais... podessem dizer quanto custou a anterior intervenção no eixo rodoviário, e quando é que a Câmara disponibiliza para fazer esta intervenção que está a projectar, só por curiosidade!

    Beijinhos e Abraços...

    ResponderEliminar
  19. Fui a reunião correu muito melhor do que eu esperava. O contributo dos comerciantes muito foi positivo: As obras vão avançar, o que se prentendia discutir era como: as alternativas ao transito, lugar e hora para descarregar,..etcc. As obras obviamente não irao começar antes do festival islâmico. São obras para meses. Os passeios são para os peoes!

    ResponderEliminar
  20. E então como vai ficar então? O sentido mantem-se? Vai ser só um sentido?Vai haver mais lugares?! Afinal qual o resultado da reunião?

    ResponderEliminar
  21. O sentido mantem-se, é impossivel dois sentidos,estacionamento e passeio para os peoes! A Rua é demasiado estreita. Alargar passeios para os peoes, um só sentido, contentores lixo subsmersos, bancos para as pessoas se senatrem, mais arvores,etc...

    ResponderEliminar
  22. para uma terra que dentro de dez anos terá 500 habitantes e que dentro de 6/7 anos terá 4 lojas abertas é de facto a obra do regime o Pulido cada vez se parece mais com o Kim Il Sung para finalizar deverá fazer uma estátua de si próprio para substituir a do J.Cutileiro à entrada da vila volta CDU rápido.

    ResponderEliminar
  23. Por falar em obras... Qual a razão de as casas da cooperativa não passarem do papel??

    ResponderEliminar
  24. gostaria de sintetizar, já que sou frequentador habitual do blog, a vila está com cada vez menos pessoas e mais parece uma vila fantasma ao fim de semana ao contrário de outras localidades vizinhas, será isto tudo falta de obra dos governantes de Mértola, da sua incomptecia^, que prometeram baixar a desertificação?... eu cá tou como o outro anónimo, CDU volta depressa, prefiro mértola em que se bebia cafézinho no central, totoloto, uma vila movimentada... agora nem o primeiro ministro enche uma rua.

    ResponderEliminar
  25. Está como eles gostam.Antes era porque a CDU não criava condições e por essa razão as pessoas se ião embora,assim ficavão só os velhos que era a grande maioria CDU.E agora o que se passa?

    ResponderEliminar
  26. Este ultimo comentário dá que pensar.
    È a dura realidade da desertificação.

    ResponderEliminar
  27. Este é um problema que não se resolve facilmente. Muitos aspectos o influenciam, penso que só o munícipio não poderá nunca reverter este processo. Mas é claro que poderá criar alguma dinâmica que beneficiará o concelho. Na minha opinião nós todos somos culpados. Se por exemplo quando houver um espectáculo musical, aderirmos em grande número, será concerteza um espectáculo ainda mais interessante, mais pessoas irão ao seguinte, e começa-se a criar um ambiente onde mesmo sendo poucos, é bom sair à rua, é bom beber cafés onde quer que seja, volta um pouco da vida que Mértola já teve. Necessita-se de participação cívica, este já era um bom começo.

    ResponderEliminar
  28. Querem que as pessoas participem,mas nem o executivo participa,so se vê o Marques a fazer de vereador da cultura.

    ResponderEliminar
  29. Talvez comece a haver participação cívica,quando todos os cidadãos de Mèrtola forem tratados de igual modo.

    ResponderEliminar
  30. Este executico é perito em projectos e em gastar dinheiro desnecessário.
    Falta de prioridade!
    Mas as pessoas do eixo comercial é que sãos as principais culpadas para permitirem tal situação!
    Vão acabar com o comércio. Que comércio?

    ResponderEliminar
  31. Esta da CDU, voltar para o Poder só lembra a mentacaptos, que nunca perceberam que o atraso deste Concelho se deve à inércia e imconpetência dos tontos do PC.Além de que a politica oficial desse partido é quanto pior as pessoas andarem melhor para eles, dá para fazer manifestações todos os dias(Com os autocarros da Câmara) a produção dos seus trabalhadores é ridicula, anda tudo entenguido no estaleiro(e nisto quer o executivo do Pulido quer do Neto não há diferença nehuma.Agora deram um tachinho ao Zè de S.Jõao dos Caldereiros que anda ali apanhar bonés, ao menos na cooperativa de Mértola já tinha apredindo a passar facturas.O despovoamento faz-se com actos concretos, trabalho suado, apoiando pessoas que querem fazer coisas, reais, sem burocracias à Pulido e à Reinaldo(que era o dono do Paulo Neto)pobre Concelho que afastas os melhores e fica cá os restos de cerebro ainda por cima mal formados.Porra!já chega.

    ResponderEliminar
  32. abel silva12/02/07, 11:49

    Ora aí está um comentário clarividente! Há evidências que não podem ser negadas e a incompetência de grande parte dos funcionários dos dois partidos ao serviço da câmara é de constatação quotidiana.

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.