Vamos falar de


sábado, 25 de março de 2006

Leituras de Fim de Semana

Vivemos apressados, sem tempo, o dia só tem 24 horas.
Mas ainda há quem arranje cinco minutos para ler.
Todos os dias.

Um vício saudável que vivamente se aconselha.
Para combater o stress e a agitação, serenar as emoções do dia e por momentos esquecer a prestação em atraso do carro.

Não é preciso ter um livro à cabeceira, basta que se tenha à mão.
Para folhear e passar a vista.
Experimente e vai ver que não dói nada

(partilhe connosco os seus hábitos de leitura)

33 comentários:

  1. excelente ideia.neste momento ando a ler "cem anos de solidão" teve um começo dificil já comecei a ler há algum tempo mas só agra consegui arrancar a valer está a ser super divertido uma ideia completamente diferente do que pensei inicialmente! aconselho!

    ResponderEliminar
  2. Bom tema de conversa. Para mim a leitura é um refúgio. Quando estou em baixo, e o mundo é triste à minha volta, pego num livro e entro noutro mundo. E aí sim, ando, voo, perco-me ....

    Ando a ler muita coisa ao mesmo tempo. Gosto assim.

    ResponderEliminar
  3. A leitura fica cara com os livros ao preço que estão. Dá mais gozo ver televisão e bons filmes

    ResponderEliminar
  4. Fedor Mikailovich Dostoievski, uma boa escolha, trata-se de um autor que muito admiro. Há já alguns anos li “Os Irmãos Karamazov”, que é certamente a mais extensa e famosa obra deste autor. Obra que me marcou profundamente e que aconselho a toda a gente.

    ResponderEliminar
  5. O último que li, e que achei muito bom, foi o ultimo do Gabriel G. Marquez - "Histórias das minhas putas tristes"!
    Também li recentemente "Caçadora de Imagens" de Deborah Copaken Kogan, uma auto biografia de uma foto jornalista, que entre outras coisas, cobriu a Guerra no Afeganistão! Achei muito interessante!

    @Marco
    Para quem não pode gastar € a comprar livros, a Biblioteca é sempre uma optima opção!

    ResponderEliminar
  6. Já estava mais do que na hora de ser abordado o tema da leitura!
    Para uma viciada em livros como eu, não pude deixar de ficar bastante contente ao ler o post!
    Espero que este seja o primeiro de muitos!

    ResponderEliminar
  7. @marco
    Como diz a Analsd, a Biblioteca Municipal é uma resposta ao preço dos livros: não paga nada.
    Mas eu acho que isso é uma desculpa esfarrapada porque há feiras do livro onde há livros para todos os gostos e preços.
    Há sempre amigos que nos emprestam livros. A própria escola que frequentamos, normalmente também tem uma boa biblioteca.
    Já agora: com o dinheiro de dois maços de tabaco compra-se um bom livro, e se me der a sua morada estou disposta a oferecer-lhe um pelos anos

    ResponderEliminar
  8. Um dos meus sonhos é o de um dia vir a ter, em Mértola, um espaço onde se leiam ( e vendam ) livros, ao mesmo tempo que se bebe um chá ou café e se aprecia uma qualquer obra de arte.

    Não sei se este negócio teria futuro na nossa terra, atendendo a que, mesmo numa cidade como Lisboa, alguns destes espaços fabulosos, como a magnífica livraria do Bairro Alto "Ler Devagar" vão sucumbindo ao ataque infernal das grandes superficíes, especializadas ou não.

    Mas, como em Mértola, não existem grandes superficíes de qualquer género, pode ser que haja uma esperança: não apostamos desde há muito num turismo cultural? Não pode haver cultura sem livros, nem que sejam para divulgar a "nossa cultura"!

    Uma sugestão para os responsáveis da Cultura da CMM: porque não tentam realizar uma feira do livro, envolvendo algumas editoras, durante um dos eventos culturais de maior impacto como o Festival Islâmico? Pensem nisso, porque talvez não seja assim tão difícil!

    ResponderEliminar
  9. @Metemaisum

    Sabe que para concretizar um sonho desses, (e nos tempos mais próximos nunca será um negócio!!??), é preciso dinheiro e muito amor à arte, e um total desprendimento à camisola?
    Serei visita habitual.
    Não tenho a certeza, mas penso que o edifício em remodelação da Biblioteca Municipal, assenta numa ideia desse tipo.

    O tema da feira do livro levava-nos a outras apreciações. Eu pessoalmente já “soprei” algumas ideias (a das várias editoras é recorrente), mas a actual está muito assente num esquema nada aberto à inovação. Não querendo minimizar o evento nos moldes em que é feito, até porque o frequento na mesma, já que não há outra hipótese, eu diria que era desejável substituir o ambiente de quiosque pelo ar de uma boa livraria.

    ResponderEliminar
  10. Para quem tem horror às ciências, o livro de Bill Bryson - Breve História de Quase Tudo - da Quetzal, é uma delícia.

    ResponderEliminar
  11. As minhas leituras actuais são acerca do inicio do seculo XX - Maria Pia - A Mulher que Queria ser Rainha de Portugal. Possível filha do Rei D. Carlos, filiação baseada no documento do baptismo por sua vez baseado numa carta invulgar, sendo por isso negado pela Academia Portuguesa de História...
    É sempre interessante conhecermos a "possível" História de Portugal e também a história de uma mulher a quem deve ser dado o benefício da dúvida... Louca ou Rainha?

    ResponderEliminar
  12. ando a ler "A um Deus Desconhecido" do John Steinbeck

    ResponderEliminar
  13. Daqui de Beja30/03/06, 12:58

    Diálogo em Setembro, do Fernando Namora.
    Ganda livro

    ResponderEliminar
  14. Estou a ler o Júlio Verne e acho que ele era muito avançado prá época. Pra quem goste de aventura.

    ResponderEliminar
  15. "Comecei a minha vida como sem dúvida a terminarei: no meio dos livros ... Ainda nem sabia ler e já reverenciava essas pedras erguidas: direitas ou inclinadas, apertadas como tijolos nas prateleiras das bibliotecas ou nobremente espaçadas em alamedas de menhires...
    Tinha encontrado a minha religião: nada me parecia mais importante que um livro. Na biblioteca eu via um templo." sic

    Jean-Paul Sartre

    ResponderEliminar
  16. Estou a começar "Os Contos" de Franz Kafka e acabei "A Conspiração" de Dan Brown menos empolgante que "O Código da Vinci".

    ResponderEliminar
  17. Comecei a ler Em Busca do Tempo Perdido do Marcel Proust e já não consigo parar. Tenho mais seis volumes pela frente.

    ResponderEliminar
  18. Manuel Soares01/04/06, 14:26

    Estou a ler o livro da Fernanda e aconselho vivamente

    ResponderEliminar
  19. Não sei se é por chegar cansado a casa, pego num jornal ou olho para a televisão e deixo-me logo dormir.
    E com os livros deve ser a mesma coisa.

    ResponderEliminar
  20. O grande mal da leitura deve de estar quando somos obrigados aler livros na escola que são uma autêntica estupada e a única safa é não ler esses livros e decorar os livros de apoio que falam do significado dos livros que são obrigados.
    Assim tá tudo mal e andamos na escola a ler contrariados e sem interesse

    ResponderEliminar
  21. Ando a ler “Terceiro Livro de Crónicas”, de António Lobo Antunes, estou a gostar muito.

    ResponderEliminar
  22. @Sr nicnoques
    você anda com leituras muito evoluidas ..... para este começo de Primavera

    ResponderEliminar
  23. @Sr.Cateto
    Acha!? Então fique a saber que acabei de ler “Madrid me mata”, de Alfredo Hervías y Mendizábal, um livro estupendo, que lhe recomendo vivamente “para este começo de Primavera”.

    ResponderEliminar
  24. @Sr nicnoques
    Não conheço o livro desse espanhol, eu é mais livros assim de cultura tipo Listas telefónicas e páginas amarelas.
    não sei se tá aver. Olhe vá mas é à atubera

    ResponderEliminar
  25. Tá mesmo a apetecer "leituras" com o custo de vida a aumentar todos os dias e o Sócrates a cair em cima da malta.
    . . . .da-se !!

    ResponderEliminar
  26. lê ao menos o Avante, sempre ajuda na digestão de alguns sapos que tens engolido

    ResponderEliminar
  27. E a merda da politica que não viesse ao de cima!
    Já agora o Avante não tem direito à existência? Ou só gostam de escita reaccionária??

    ResponderEliminar
  28. agora sim, já tenho a certeza sou muito inculto depois de ler estes comentários cheguei finalmente a esta conclusão, tanta gente letrada há em Mértola.
    Só uma perguntinha quantos de vocês têm ficha aberta na biblioteca municipal?

    ResponderEliminar
  29. @málingua
    Eu tenho ficha aberta na biblioteca mas isso tem alguma coisa a ver com gente letrada?
    Ou só quem lê livros é que é letrado??
    Pois eu ainda não admito comparações com certa gentinha que por aí anda a fazer de letrada, e só tenho a quarta classe.
    Dão pontapés na gramática todos os dias

    ResponderEliminar
  30. Já cá falta o caceteiro do Bresnev.
    Onde tens andado?
    A fazer Blogues noutro lado com a tua quarta classe?
    És ganda proleta. não deves é fazer nenhum. ganda sorna

    ResponderEliminar
  31. @gorba e bresnev
    pela vossa saúde não se ponham com guerras. Leiam que isso faz bem à saúde. O Avante, a Bola, O Diabo, O Pravda, o Correio da Manhã.
    Leiam qualquer coisa. Não desistam. Não troquem mimos e bocas entre vós. Troquem livros pelos anos pelo Natal, quando tiverem dinheiro para os comprar. Mas por favor, não tragam para aqui as vossas desavenças e picardias.

    ResponderEliminar
  32. é isso tudo e o "dá-me fuerte"
    realmente à gente capaz de tudo, sim senhores, vir pra praça pública fazer figurinhas ...
    pra kem anda stressado aconselho vivamente kualker coisa de "Paulo Coelho", e pros mais eruditos "Edgar Morin" ... fikem bem

    ResponderEliminar
  33. Comprem, peçam emprestado, vão à biblioteca Municipal, mas dêem uma vista d'olhos no livro "Síria" do Dr Santiago Macias.
    Vale apena

    (Atenção: isto não é publicidade até porque não gosto em especial do autor)

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.