Vamos falar de


sábado, 5 de abril de 2008

Nova Agenda Cultural


24 comentários:

  1. Ó Viegas:
    Onde está a agenda cultural?
    Sim porque se não for aqui não se deve conseguir ler. jtdmvs

    ResponderEliminar
  2. mais uma vez a agenda ,(até tem uma capa gira)em termos de conteudo está uma desgraça,confusa o cinema misturado com as actividades .....a unica parte que faz algum sentido é o espaço da biblioteca.seria de repensar o formato?????

    ResponderEliminar
  3. só os homens têm direito a torneio de chito.

    E as mulheres?
    Para elas a discriminação continua

    ResponderEliminar
  4. disseram-me12/04/08, 11:58

    assim pa gajas tásse a pensar numa cena tipo rendas e burdados e jugar ós cinco kantinhos e tal ...
    koisa mai pó verão.

    ResponderEliminar
  5. As mulheres também podem jogar ao Xito. Não há nada que proiba.

    ResponderEliminar
  6. Quer queiram quer não, elas não precisam sequer de torneios para demonstrar seja o que for.
    Elas dominam, embora os ditos "homens" pensem que não, tristes.
    È só vinho e cervejas porque de resto,nada.

    ResponderEliminar
  7. Carlos alô carlos
    Urgente publicar qualquer coisa sobre a emanciapção das miúdas etc quelas tão mesmo a pedir

    Agenda cultural e outras realizações dos xuxas o ppl tá farto

    ResponderEliminar
  8. A Ag Cultural é o resultado de umas brincadeiras no computador. Ainda não perceberam que comunicar é diferente de colorir.
    Não inventem !!!!!!

    ResponderEliminar
  9. Para quem não vê é complicado perceber do que falam. Afinal o que tem de mal a agenda para além do conteúdo?

    ResponderEliminar
  10. Muito melhor era a agenda cultural no tempo da cdu: nem agenda havia

    ResponderEliminar
  11. O inteligente14/04/08, 23:54

    Lá vem a merda da politica outra vez. Isto do computador estar à merce de qualquer burro tem muito que se lhe diga.

    ResponderEliminar
  12. Ó sargeta inteligente!
    Quando alguém fala da cdu vens logo com a merda da política.
    Vai ó médico que isso tá-te a dar muitas vezes. E cheira mal ó sargeta.

    ResponderEliminar
  13. O inteligente16/04/08, 21:38

    Ainda não percebeste que só tu é que ligas aos politicos da treta que há em Mértola? Deves ser um dos paus mandados dos rosas, ou um dos ceguinhos dos azuis.

    ResponderEliminar
  14. e festas do cais?
    ja temos artistas?

    ResponderEliminar
  15. A agenda não é má nem boa, porque não se consegue ler, e eu só tenho55 anos, quantomais os nosso velhotes de 70, nem com lupa grossa.mqmeesta?
    será que ninguém vê que está a gastar dinheiros publicos para que a maior parte da publicação se encontrar ai pelos caixotes do lixo porra...

    ResponderEliminar
  16. Aguenta aí19/04/08, 16:25

    É correcto! Concordo
    Aliás se toda a gente se preocupasse em evitar o desperdício dos dinheiros públicos, éramos um país mais rico.
    O problema é geral não é local
    A agenda deve existir mas cumprindo a sua missão de informar
    A camara tá cheia de técnicos pra quê?
    Pra produzir monos??
    dasse ....

    ResponderEliminar
  17. Tá cheia de técnicos para quê? Então ainda não percebeste?! São os TACHOS meu amigo.

    ResponderEliminar
  18. Os técnicos fazem falta e um bom técnico não precisa de tacho. Tem lugar em qualquer parte. Nada de confundir as coisas.
    Se há tecnicos com tachos então ou são muito maus ou são tudo menos técnicos.
    Isso não tenho capacidade para discutir.

    ResponderEliminar
  19. São pseudo técnicos que entraram p, câmara, sem se saber muito bem como.
    O que fazem é delapidar a inteligência dos que abrem a agenda coltural,na espectativa de verem algo de diferente, e são confrontados com uma embrulhada de palavras.
    Penso que deviam começar a pensar em pôr no inicio da agenda, as instruções para se conseguir perceber o que querem que as pessoas retenham.
    E ganham estes pseudo-técnicos rios de dinheiro,é um crime.

    ResponderEliminar
  20. Muitas das vezes que acontecem estas situações nem são os técnicos os culpados mas sim as gráficas. Não se pode culpar os técnico por tudo e por nada. E não se esqueçam que o trabalho dos técnicos é o fruto da orientação dos superiores.

    ResponderEliminar
  21. A gráfica executa o que lhe mandam fazer.
    Se pagam á gráfica é porque aceitam o resultado do seu trabalho.
    Em situações destas (não é a primeira vez que acontece e não há-de ser a ultima)porque não devolvem a mercadoria e exigem a correcção da falha??
    E mudar de gráfica é proibido ou há interesses na manutenção?

    Já agora essa de ser 'fruto da orientação dos superiores' é mesmo á tecnico que sacode a água!!!

    ResponderEliminar
  22. Sacode a água ou é tão pocxinho,que tem de ser sempre comandado,aliás é tipico, ninguém pode fazer nada que não tenha de ter autorização das mais altas instãncias, e quando digo nada, é mesmo nada.
    Outra:
    -Uns fazem e os outros colhem os louros,porque quem devia fazer, não tem capacidade para isso por estar demasiado ocupado em ser incompetente.

    Técnicos, essa dá vontade de rir.
    Só vai trabalhar para o estado,quem não tem capacidade ou espírito empreendedor,porque aí, as maiores alarvidades da incompetência, têm uma importância relativa.(nem todos os FP se medem pela mesma bitola, e a carapuça entra a quem a enfiar)
    Não importa os erros que a agenda tenha,importa é faze-la circular,e ficar-se com a ideia de que se está a fazer mundos e fundos.

    È como um queijo numa ratoeira...

    ResponderEliminar
  23. Gostei! Subscrevo. Levaste muito tempo a reagir
    Explica lá essa do queijo numa ratoeira que é demais pra m cabecinha. A sério

    ResponderEliminar
  24. Se não me engano, estou em querer que o comentador desta manhã (27-4-08, 11:26 AM), se esqueceu de tomar o comprimido do pequeno-almoço e então dá nisto, mistura funcionários públicos com queijos e ratoeiras, funcionários autárquicos com técnicos que não colhem os louros do trabalho incompetente que outros deviam fazer; bem, arranja uma confusão danada, mete os pés pelas mãos e ninguém fica a saber o que ele quer dizer. Só dá a perceber que já quis ser funcionário público, mas nunca foi admitido, provavelmente por… incompetência.

    ResponderEliminar

Voltamos a ter comentários abertos, mas moderados. Agradecemos educação e cuidado com a linguagem.